Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Curiosa e apaixonada por Jazz que sou andei procurando algum indício deste gênero musical originário dos Estados Unidos em Campina Grande. Foi então que descobri que tanto no Cassino Eldorado quanto no “Campinense Club”, algumas orquestras de Jazz animaram as noites campinenses no início do século XX.

Um desses indícios é a entrevista de D. Josepha Barbosa de Lima – Zefa Tributino - no livro de Ronaldo Dinoá Memórias de Campina Grande vol.1, onde ela narra que, as mulheres do Cassino Eldorado dançavam ao som do jazz. Igualmente na tese de doutoramento do professor Antonio Clarindo, constatamos a presença deste gênero musical quando ele afirma que: “a era do Jazz que revolucionou os Estados Unidos nas décadas de 20 e 30, teve os seus reflexos na vida noturna campinense”. O autor corrobora com o relato de Zefa Tiburtino de que as pessoas realmente divertiam-se ao som do Jazz, pois “o Cassino era tão intensamente freqüentado que era comum aos sábados chegarem carros com placas de João Pessoa, Recife, Natal e outras cidades, lotados de boêmios que vinham assistir shows no famoso cassino”.


Na fotografia acima retratada pelo fotógrafo Sóter Farias, podemos ver alguns músicos vestidos com uma farda que parece ser de alguma banda marcial da cidade. A legenda “Jazz Band Tristes-Campina Grande – Parahyba” nos faz crer que esta tenha sido clicada no início do século passado em algum clube campinense.

O Jazz sempre foi considerado um gênero musical sofisticado, sensível e agradável, marcado pela expressão e improvisação e nada mais plausível de que em locais tão bem frequentados como o antigo Cassino Eldorado quanto no “Campinense Club” se apreciasse uma boa música.

Em Campina Grande, as orquestras de jazz passaram a ser organizadas pelo cantor e compositor Capiba. A primeira, em 1922, foi a Jazz-Band Campinense Club, que tinha a participação de dois de seus irmãos. Esta orquestra apresentava-se no Campinense Club, como podemos ver na imagem abaixo. Os músicos, elegantemente trajados, posavam para objetiva numa formação muito parecida com as bandas de Jazz norte-americanas.


O Campinense Club, (inicialmente escrito segundo a ortografia do Inglês “Club”) sociedade fundada na cidade de Campina Grande aos 12 de Abril de 1915, foi, desde a sua criação, considerado um clube de elite, dividindo-se entre o departamento esportivo e o departamento de festas e eventos. Neste clube, aconteciam as mais famosas festas da cidade, com a presença de orquestras, Jazz Bands e cantores da Bossa Nova. Foi numa destas festas, o famoso grito de carnaval do Campinense Clube, que o senhor Carlos Fernandes Dantas apresentou-se com sua banda em 04 de fevereiro de 1950. Ele que era também bancário, aparece do plano central da imagem como primeiro saxofonista da orquestra.


Assim como pudemos observar nestas imagens este ritmo contagiante muito provavelmente tenha percorrido vários espaços privados de lazer em Campina Grande desde o início do século XX até os nossos dias, quando vez por outra acontecem algumas apresentações deste tão agradável gênero musical em nossa cidade.

Maria Aparecida Barbosa de Figueiredo
Socióloga e mestre em História pela UFCG.
Twitter: @CidaBarbosa2
Fontes:

http://cgretalhos.blogspot.com.br/2009/09/memoria-fotografica-o-campinense-clube.html

Sobre a passagem de Capiba por Campina Grande ver:
http://www.onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Capiba<r=c&id_perso=171

DINOÁ, Ronaldo - Memórias de Campina Grande. Campina Grande; p. 551-556

SOUZA, Antonio Clarindo B. de. Lazeres permitidos, prazeres proibidos: sociedade, cultura e lazer na cidade de Campina Grande (1945-1965); Recife: Tese (Doutoramento em História). 
Universidade Federal de Pernambuco. 2002 p. 325.


1 Comment

  1. gustavo ribeiro on 27 de maio de 2012 15:15

    Até hoje, não sei porque modificaram o nome do Campinense Club, incluindo a vogal E. Essa foto da Jazz Band Campinense Club, é mais um elemento para comprovar a forma original. É muito legal saber que a musíca foi o principal motivo e conceito para a criação do Clube.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br