Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

A Escola Técnica Redentorista (ETER) foi criada em 1975, pelo Pe. Edelzino de Araújo Pitiá. Desde a sua criação, tem como lema “Educar é Libertar” e como missão a formação humana e profissional de jovens das classes sociais menos favorecidas, qualificando-os como profissionais de nível Técnico.

Pe. Edelzino de Araújo Pitiá

No início a Escola recebeu inúmeras ajudas, caracterizando-se assim, como uma entidade comunitária. A assessoria de diversos professores da UFPB - Campus II, atual UFCG - se fez presente, destacando-se a participação do Professor Linaldo Cavalcante; as orientações quanto à estrutura curricular e organizacional vieram da Escola Técnica de Eletrônica de Santa Rita do Sapucaí - MG; e o Núcleo de Assistência Industrial   (NAI/PB) colaborou na elaboração do Regimento Interno.


Os laboratórios receberam seus primeiros equipamentos através de doações da Agência de Colaboração Técnica da Holanda  (CEBEMO). Contribuíram, também, o Conselho Britânico e a Fundação dos Voluntários Holandeses (SNV).


Como Instituição Particular, mas na categoria de entidade filantrópica e comunitária, se fez necessário firmar convênios de bolsas de estudo com a Secretaria de Educação e Cultura (SEC/PB), e com empresas locais, do Estado e da Região, além de parcerias em diversos níveis. O convênio com a SEC/PB existe há 30 anos.

Em 1998, a Escola firmou convênio com o MEC, através do Programa de Expansão do Ensino Profissionalizante (PROEP) possibilitando-lhe implantar a reforma do ensino profissionalizante, de acordo com as exigências da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, a 9394/96.

Desde 1975, a Escola Técnica Redentorista vem cumprindo a sua missão; formou aproximadamente 6000 jovens habilitados para ingressar no mercado de trabalho como Técnicos em: Eletrônica, Telecomunicações, Informática, Segurança do Trabalho, Equipamentos Biomédicos, Enfermagem, Guia de Turismo, Logística e Reabilitação de Dependentes Químicos.



Nas Missões Populares, os Missionários Redentoristas pregam a Redenção pela Palavra (a Boa Nova de Jesus Cristo). Na Escola Técnica Redentorista, o trabalho realizado sob a ótica de uma educação libertadora, de opção evangélica e preferencial pelos pobres, é uma Marca de REDENÇÃO neste Nordeste sofrido e, ao mesmo tempo, SINAL E REALIZAÇÃO DE BOA NOVA para os POBRES.


Nota:

Escola Técnica Redentorista
Cedido por Felipe Valentim - ASCOM/ETER
Agradecimentos:
Escola Técnica Redentorista

Visitem nosso álbum de fotos "Memória Educacional" no Facebook. Além do Redentorista, relembrem outras grandes escolas de nosso passado e presente. Cliquem AQUI .

2 comentários

  1. Edmilson Rodrigues do Ó on 26 de outubro de 2012 22:16

    A postagem sobre a ESCOLA TÉCNICA REDENTORISTA (ETER)passa a ocupar um dos mais merecidos e justos espaços deste extraordinário RHCG. A ETER foi, continua e continuará sempre sendo um dos maiores patrimonios culturais e tecnológicos que enobrece a formação não sòmente educacional como sobretudo na área de tecnologia de ponta da juventude de Campina Grande e adjacências. O ilustre e destimido Padre Edlzino de Araújo Pittiá, ou simplesmente Padre Pitiá como era intimamente tratado, em saudosa memória, foi a "Pedra Roseta" da rerspeitavel Escola Técnica Redentorista que formou e continua formando técnicos de alto nível, os quais, na sua maioria prestam serviços como técnicos executivos de grandes emprêsas de atuação internacional como por exemplo a Companhia Vale do Rio Doce, ou simplesmente VALE uma das maiores mineradoras do mundo, que mantem no seu staff a maior colonia de técnicos formados pela ETER.
    Eu tive o privilégio de privar da amizade pessoal com o Padre Pitiá e, em atendimento ao seu pedido pessoal fui durante um determinado período o responsável técnico pela estação de Radioamadores instalada numa das suas dependências, e, em outra oportunidade, nas mesmas circunstancias proferí um longa palestra no auditório da referida escola para os tecnolandos da turma de 1978 sobre o tema "Comunicações via Satélites". À memória do Padre Pitiá a minha imortal reverência e, ao autor da postagem a minha eterna gratidão.

     
  2. Anônimo on 27 de outubro de 2012 06:03

    Eu admiro e repeito profundamente esses seres humanos que dignifican a suas vidas desenvolvendo un projeto de ajuda aos demais. Para mim são os verdadeiros "heróis" da nossa história!

    Lamentávelmente existem alguns casos onde a motivação é o culto ao próprio ego ou a busca de adeptos para uma seita o pensamento filosófico e isso, muitas vêzes,dificulta o trabalho das pessôas realmente solidárias...
    Felizmente o tempo dá sempre a razão a quem é íntegro...Como nêsse caso.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br