Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


A sociedade (e a própria imprensa) campinense se comoveu com o surpreendente (e até inesperado) anúncio do encerramento das atividades do tradicional periódico municipal Diário da Borborema, inaugurado em 1957 e que publicou os acontecimentos locais até o dia 1º de fevereiro último, quando 'cerrou suas portas'.

Sem falar no patrimônio intelectual que a marca Diário da Borborema nos proporcionava, o jornal possui um acervo impresso que narra toda a História, não só das suas atividades, como dos fatos ocorridos e registrados em Campina Grande e região, desde sua fundação.

Preocupados com o destino desse arquivo, que pode ser enviado à Brasília - indisponibilizando o prático acesso ao público local - a comunidade defensora do Patrimônio Histórico municipal lançou uma campanha para que seja mantido em Campina Grande esse acervo, sugerindo que a coleção seja adquirida e mantida por uma das nossas instituições superiores do ensino, como por exemplo a UEPB que desponta com estimado prestígio sócio-acadêmico, inclusive com espaços físicos em construção para acomodar o acervo.

Para tanto, após mobilização iniciada através das redes sociais, foi solicitada uma Sessão Especial na Câmara Municipal para discussão do assunto, onde se buscará as alternativas viáveis para o êxito do intento.

A Sessão foi solicitada pelo vereador Antonio Pereira e será realizada na próxima terça-feira (07/02), ás 09:30hs.

O Blog Retalhos Históricos de Campina Grande apóia esta Luta, pela preservação e manutenção desse importante acervo disponível e acessível à sociedade que ao longo desses 54 anos compôs as notícias lá impressas.

3 comentários

  1. Paulo Gomes on 3 de fevereiro de 2012 19:08

    Vamos agora torcer para que o bom senso prevaleça e que possamos manter em nossa terra todo este patrimônio histórico e cultural. Porém tenhamos cuidado para que esta campanha não seja de cunho um ufanista de última hora. Não podemos e nem devemos simplesmente "jogar em algum canto" todo este tesouro. Que a instituição que, se habilitar para esta guarda, o faça da forma correta. Devemos pensar de imediato em digitalizar e tornar acessível para pesquisas todo o material acolhido. Que os anjos protetores da velha Serra da Borborema, tenham piedade e nos ajudem neste mister.

     
  2. rômulo azevêdo on 3 de fevereiro de 2012 21:14

    Hoje pela manhã em uma solenidade na UEPB, a reitora Marlene sinalizou que a instituição tem interesse em preservar este acervo,até porque foi a UEPB(nos tempos da URNE)que implantou o primeiro curso de jornalismo da Paraíba no distante ano de 1972.

     
  3. Paulo Gomes on 4 de fevereiro de 2012 10:21

    Agora só nos resta torcer....

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br