Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Postagem Original: "A Maior Tragédia de Campina":

"Na época tinha eu 11 anos de idade, lembro-me que vestia uma camisa de cor vinho e estampa de cor preta e shortinho azul.Fui com minha tia e minha irmã.lembro-me que assistimos a missa, por sinal a igreja lotada e estava bastante quente aquela tarde; em seguida passamos em frente ao garrafão e fomos um pouquinho a frente.Quando retornavamos escutamos o estampido e nao estava muito distante se muito 10mts.subia pedaços de que não sei, muito rápido... um garoto foi arremessado aos meus pés, onde cai sentado e me levantei assustado,sem saber o que estava acontecendo, lembro que ví uma carroceria de um caminhão, e muitas pessoas feridas eram jogadas.Dai viemos pra casa.Na época eu morava na rua santa margarida, atual Elpidio de almeida e caminhamos pelo antigo cortume dos mota, atual parque da criança e um rapaz chegava gritando e corriam pessoas pois existia um vilarejo e alguém perguntava o que foi pelo amor de Deus? e ao chegar em casa percebí que estava com pingos de sangue e tinha algo crespo na minha cabeça.Acho que miolo, parecia uma banha de porco, sei lá o que. crescí, hoje tenho 49 anos e nunca tive mais a coragem de ir á um parque de diversão. Só me vinha tristes recordações, assim como balões.Estou relatando o que vivi e muitos se foram e ainda com sequelas. sem mais Marinaldo santos."

8 comentários

  1. gustavo ribeiro on 8 de novembro de 2012 10:04

    Da minha casa, na rua Desembargador Trindade, próximo ao Açude Velho, ouvimos a explosão. A informação do que havia acontecido lá no Zé Pinheiro, foi dada pelo Campinense Repórter da Rádio Borborema. Outra notícia que lembro ter ouvido pela edição extraordinária da RB, foi o acidente com a delegação do Treze, que interrompeu precocemente a carreira futebolística do meu amigo Josa. Campina e suas tragédias.

     
  2. Anônimo on 8 de novembro de 2012 14:41

    Eu lembro.

     
  3. VALFRÊDO FARIAS on 11 de novembro de 2012 01:08

    Eu era moleque, morava na Prata e lembro da Patrulha da Cidade com Hugo Ramos contando a história.

     
  4. maniaco_da_camera on 12 de novembro de 2012 19:19

    como fazewr p assistir?

     
  5. RHCG on 13 de novembro de 2012 09:36

    Já tentamos Manico da Camera, obter a permissão de postar este filme no RHCG, mas ainda não fomos autorizados pelo autor.

     
  6. maniaco_da_camera on 13 de novembro de 2012 17:34

    ok não custa nada tentar talvez um dia eles disponibilizem valew pela atenção dispensada

     
  7. Cássia brito on 15 de novembro de 2012 23:53

    Eu,minha mãe e meu irmão estavamos presentes nesta tragedia.Minha mãe com meu irmão tinham acabado de passar perto do cilindro e ouvimos uma explosão, quando passou foi como se realmente uma bomba tivesse sido jogada.Pessoas decepadas,sangue,e pessoas atonitas...Entrei em choque.Tinha 13 anos e o desespero das pessoas ficaram gravadas nas minhas lembranças.Depois de tudo agradeci a Deus pelas nossas vidas.

     
  8. Anônimo on 3 de junho de 2014 09:35

    Hugo Ramos na patrulha da cidade, bons tempos..

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br