Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Maquete: Terminal Rodoviário Cristiano Lauritzen (1958 - Acervo: Diário da Borborema)

Desde a inauguração do Terminal de Passageiros Argemiro de Figueiredo, em 25 de maio de 1985, no Bairro do Catolé, que nos acostumamos a chamar de "Rodoviária Velha" a Estação Rodoviária Cristiano Lauritzen, idealizada na segunda gestão do prefeito Elpídio de Almeida.

Através de contrato firmado com a empresa ENAC - Empresa Naiconal de Mercados Ltda, em maio de 1958, deveria ser construído em uma área de 4.307m² uma plataforma de embarque aliada a 140 boxes comerciais que, para os padrões da época, seria considerado um dos maiores centros comerciais do país!

Segundo a ideia original, previa-se a construção de dois edifícios anexos: um supermercado e um hotel de "linha internacional" (!!!) que, por dificuldades encontradas na desapropriação do terreno destinado a construção do hotel, a ENAC desistiu dessa parte da obra.


Obras de Construção da 'Rodoviária Velha' - Acervo Elpídio de Almeida
Podemos citar como curiosidade da obra, um dado comentado pelo Prof. Dr. Josemir Camilo que o antigo terminal rodoviário possui a maior marquise sem colunas DO MUNDO. De fato, se percebermos  é uma construção bastante peculiar, pois não existem colunas, e de acordo com o próprio professor, engenheiros de vários países já visitaram a cidade para presenciar e estudar o ponto de equilíbrio de sua arquitetura.

O projeto estrutural da marquise é do arquiteto Renato Perylo Borba.
Fonte:
ALMEIDA, Adriana de. "Modernização e Modernidade-Uma Leitura
sobre a Arquitetura de C. Grande (1940-1970)

2 comentários

  1. Anônimo on 18 de novembro de 2012 11:22

    http://1.bp.blogspot.com/-DefWAD4bx5g/TnUP-kxXaHI/AAAAAAAABw4/MWG4YEn2VRY/s1600/DSC04478.jpg

     
  2. Anônimo on 18 de novembro de 2012 16:20

    Nessa época eu morava em frente. Sofrimos o processo da construção, com tôdas as suas consequencias, dia a dia...Lembro-me que estavamos muito contentes depois da inauguração. Era como uma festa diária com tanto movimento na nossa rua...

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br