Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Entre as raridades fotográficas enviadas pela colaboradora Socorro França, consta esta magnífica foto captada da Maternidade Elpídio de Almeida (data desconhecida), mostrando o cruzamento da Rua  Quebra-Quilos, em seu final, com a Vila Nova da Rainha.

Fundada em 05 de agosto de 1951 como Maternidade Elpídio de Almeida, prédio construído pelo Engenheiro campinense Austro França Costa, durante o governo estadual de Dr. José Américo de Almeida e a gestão municipal de Dr. Elpídio de Almeida.  

Em 27 de abril de 1992,  a então maternidade passou a se chamar Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA), após a reforma implementada pela gestão municipal do ex-prefeito Cássio Cunha Lima.

8 comentários

  1. Ewerton Calixto on 23 de abril de 2010 10:41

    Nossa! Raridade mesmo!

     
  2. Marcelo on 27 de abril de 2010 09:38

    Patrimônio de nossa querida Campina Grande, uma verdadeira obra de arte, construída pelo grande engenheiro Austro França. Um prédio magnífico e bem construído. Parabéns pela foto.

     
  3. Anônimo on 6 de maio de 2010 00:13

    Não havia sequer uma barraca ao longo do muro. Já hoje...
    Avani

     
  4. Anônimo on 30 de outubro de 2010 23:57

    Podiam me informar se no ano de 1952 ,os campinenses só tinham essa maternidade para vir ao mundo?Se não,quais eram os nomes das outras?E ainda mais,será que existiam muiyos obstetras naquela época?

     
  5. Ludy on 23 de julho de 2011 23:58

    Há mais de ciquenta anos foi construído este monumento!Parabéns ao prefeito da época por esta obra prima, que serve de berço para o nascimento de milhares de paraibanos!

     
  6. Ludy on 24 de julho de 2011 00:09

    Não cinquenta anos.Mas,exatamente sessenta anos.

     
  7. Anônimo on 28 de abril de 2014 17:22

    Dr Austro De França Costa com seus projetos arrojados um grande ser humano e um profissional ímpar. Foi uma das poucas reservas Morais da Cidade de Campina Grande, um pioneiro na engenharia e arquitetura moderna da Cidade.

     
  8. Celio ST BM on 23 de janeiro de 2016 21:45

    Bom dia, gostaria muito de saber da colaboradora Socorro França, se ela conhece alguém que trabalhou nessa maternidade à época da foto para tentar localizar a mãe de meu pai que nasceu nessa maternidade e foi dado em adoção para um casal que residia em Pocinhos. o Ano foi 1942, no mês de dezembro, dia 20 com margem de de 3 dias para mais ou menos. Se alguém tiver algum conhecido que trabalhou nessa maternidade nessa época, favor manter contato: sgtbmcelio@gmail.com

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br