Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

O período do "Mão Branca" foi um momento controverso da história de Campina Grande. Já foi abordado aqui no RHCG em postagem especial, que gerou um forte debate. Fabiano Raposo produziu um documentário chamado "Enquanto a Justiça Tarda", que entrevistou algumas pessoas que vivenciaram aquele período de nossa história. A visualização do documentário foi autorizada para o "Retalhos Históricos de Campina Grande" e pode ser assistido clicando-se abaixo:



14 comentários

  1. Débora Ribeiro on 2 de junho de 2013 11:31

    minha avó falava que quando existia mão branca em campina, a paz reinava na cidade.

     
  2. João Adelino on 2 de junho de 2013 11:31

    Quem é o autor do livro que aparece em cima da mesa aos 8:22min?

     
  3. João Marcelo Gomes Cleoblo on 2 de junho de 2013 11:32

    Eu era pequeno mas me lembro desse período

     
  4. Brunno Guedes on 2 de junho de 2013 11:32

    Bom documentário. Só faltou citar o nome do prefeito de Campina na época. Deveriam fazer um filme sobre esse tema, seria ótimo para a história da nossa cidade.

     
  5. João Jorge Di Pace Tejo on 2 de junho de 2013 11:33

    E o corajoso Promotor de Justiça na época, Agnelo Amorim, desbancou aquele grupo exterminador que era formado por "justiceiros" e por alguns policiais!

     
  6. Anônimo on 2 de junho de 2013 12:42

    A existência de Mão Branca só não recebe o apôio daqueles "inocentes" que nunca tiveram o infortunio de se deparar frente-a-frente com bandidos sanguinários, frios e cruéis, ou então nunca perderam um ente querido sob o jugo desses marginais. Eu fui contemporâneo da época Mão Branca e posso afirmar categòricamente que aquele foi o período mais tranquilo que o povo campinense vivenciou.
    Seguindo a regra de que O PODER EMANA DO POVO E AO POVO DEVE SER REVERTIDO, então este povo realizou a tarefa que a JUSTIÇA deixou de fazê-la.
    Já que hoje a coisa está muito mais grave do que naquela época, quando o governo e o Congresso Nacional banalizaram a criminalidade e desmoralizaram o estado de direito com leis protecionistas amordaçando a Justiça, o MÃO BRANCA deveria voltar a existir hoje, em âmbito nacional para garantir a integridade física, patrimonial e moral de todo povo brasileiro.

     
  7. Anônimo on 2 de junho de 2013 14:30

    O cara de cima não sabe o que fala. Facista filho da #$%*!
    Pró-ditadura desgraçado.

     
  8. Anônimo on 2 de junho de 2013 20:29

    "Mão Branca" nunca mais!
    O "justiceiro do povo" só matava os ladrões que não dividia o produto das paradas com êle.
    Era um bando de incompetentes desonestos, que aterrorizou a cidade por um tempo.
    A "inspiração" do grupo era o "Esquadrão da Morte" de São Paulo, comandado pelo famigerado delegado Fleury(outro bandido que deve estar queimando no inferno!).

     
  9. Anônimo on 2 de junho de 2013 20:32

    Nenhum "peixe graúdo" morreu... Somente marginais "ladrões de galinha"... Assaltante de banco ? Nenhum foi morto...

     
  10. Anônimo on 3 de junho de 2013 01:05

    Eu lembro de um desses bandidos que deu um entrevista se não me engano para o programa patrulha da cidade o reporter perguntou: Você tem medo de mão branca? o bandido respondeu " não tenho medo do mão branca nem mão preta,vermelha,azul"... no outro dia foi encontrado morto.

     
  11. Anônimo on 3 de junho de 2013 08:43

    Na verdade a resposta foi dada pelo próprio repórter para provocar os assassinos.O ladrão tinha medo de morrer sim.Aliás, ele já estava preso e foi retirado da cela(na antiga Central de Policia)de madrugada, para ser executado covardemente nas proximidades do estádio O Amigão.

     
  12. Anônimo on 3 de junho de 2013 11:43

    Meu pai tinha um salão e sempre tinha jornal para os clientes, ele mandou eu ainda garoto comprar com os jornaleiros e o povo disputava o jornal eu não consegui comprar era muita gente na disputa.

     
  13. Anônimo on 3 de junho de 2013 11:46

    O engraçado é que o povo diz que nossa cidade, país hoje em dia está violenta, eu sempre respondo faz tempo que esta violência existe, vem das antigas!!!

     
  14. Anônimo on 28 de novembro de 2013 22:24

    Este Ubiratan foi o único que ouvi até hj falar que Zé Cacau fugiu para o Rio, mas ele não morreu ta vizinho da Silva srs...

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br