Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Diário da Borborema, 19 de Novembro de 1968
Lá se vão 44 (quarenta e quatro) anos desde a publicação dessa conclamação por parte da Prefeitura Municipal de Campina Grande, administrada por Williams Arruda e, até hoje, nenhum outro gestor conseguiu superar a repercussão positiva que a História registrou sobre a gestão daquele que fora eleito vice-prefeito na chapa de Newton Rique, vindo a assumir em definitivo a chefia do Executivo municipal em novembro de 1964,  após a cassação de Rique pelo Golpe Militar.

O recorte acima nos foi disponibilizado pelo professor José Edmilson Rodrigues e, quando vivenciamos mais um final de gestão municipal, orgulha-nos citar o exemplo de uma das mais profícuas administrações que já passou pela Prefeitura da nossa cidade; trata-se portanto do anúncio publicado no Diário da Borborema de 19 de Novembro de 1968, quando Williams Arruda sanava o passivo da Prefeitura Municipal para passar o cargo ao prefeito eleito Ronaldo Cunha Lima, no ano seguinte, e convidava todos os credores DE ADMINISTRAÇÕES ANTERIORES (Restos a Pagar), débitos que atualmente são desconsiderados pela maioria dos prefeitos do Brasil.

Interessante salientar o último parágrafo do texto que diz: "A convocação é dirigida a credores de administrações anteriores visto que da atual não há nenhuma conta a pagar."


3 comentários

  1. Walmir Chaves on 5 de dezembro de 2012 19:38

    Uma Prefeitura convocando seus credores para pagar seu débito? Isso só passa uma vez na vida! Foi um milagre...

     
  2. Mário Vinicius on 6 de dezembro de 2012 04:56

    Sempre contei este fato nas minhas aulas de Direito das Obrigações e nunca conseguira encontrar o documento... Obrigado ao site por esta publicação.

     
  3. Léo on 10 de dezembro de 2012 13:17

    Um portal da cidade republicou essa nota com uma manchete como se fosse atual. Foi um corre-corre enorme até a sec. finanças. Depois que os credores descobriram que o fato ocorreu há mais de 40 anos, só restou tristeza e saudade.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br