Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Turu-turu
A edição da Gazeta do Sertão, de 26 de abril de 1889, trouxe uma publicação inusitada: um logogrifo!

Esta espécie de enigma em forma de verso, composto por palavras que assimilam outras que se pretende adivinhar, foi escrita pelo professor Joviniano Augusto de Araújo Sobreira, progenitor do Coronel Elysio Sobreira – Patrono da PMPB – e filho do também educador Manuel Gomes de Araujo Sobreira, que na época possuía um pequeno comércio na cidade Rainha da Borborema.

A charada é a seguinte:

Oito letras tem meu todo,
E todas elas iguais;
Quatro letras consoantes,
E quatro letras vogais.

As vogais, é uma só,
As consoantes, dois pares;
Presta atenção ao conceito,
Para enigma decifrares.

O conceito do enigma,
Que te posso apresentar.
É uma ave do Brasil,
Podes agora estudar.

Banabuyé, 15 de Abril de 1889
(as) Juviniano Augusto de Araújo Sobreira

 “Turu-turu” é a resposta deste enigma de 122 anos. Trata-se de uma ave Gruiforme da família Rallidae cientificamente denominada Neocrex erythrops. Conhecido também como pai-luiz e sanã-de-bico-vermelho  (http://www.wikiaves.com.br/turu-turu).
O canto deste pássaro é na verdade a reprodução do próprio nome, que na época era bastante comum nas matas que compreendiam o plateau da Borborema.

Rau Ferreira

Referência:
- SERTÃO, Gazeta do. Órgão democrata. Ed. 26 de abril. Campina Grande/PB: 1889;
- SERTÃO, Gazeta do. Órgão democrata. Ed. 11 de janeiro. Campina Grande/PB: 1889;

1 Comment

  1. Anônimo on 31 de julho de 2012 19:46

    Antes tarde do que nunca.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br