Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

No dia do Rock, o Retalhos Históricos de Campina Grande relembra a passagem da Banda Sepultura por Campina Grande:

Quando a banda de "heavy metal" Sepultura tornou-se um fenômeno mundial, principalmente na primeira metade dos anos 90, logo surgiu um boato de que eles haviam feito um show no "Centro de Irradiação do Universo", como Humberto de Campos, jornalista esportivo, costumava chamar Campina Grande.

O local do evento teria sido no antigo "CEU", Clube dos Estudantes Universitários, hoje "CUCA", que se encontra localizado às margens do Açude Velho. O fato acabou se tornando uma "lenda urbana", muitos diziam que era verdade, porém, poucos acreditavam em virtude do alcance obtido pela Banda.

Pois bem, graças ao colaborador Manoel Leite e a contribuição de Xico Netto, a "lenda" tornou-se fato. O "pessoal" do Sepultura realmente fez um show por aqui, conforme a propaganda abaixo:


A data do evento era que estava em contradição. No site "Guia dos Curiosos" tínhamos encontrado a seguinte declaração de Andreas Kisser, guitarrista: "Meu primeiro show com o Sepultura foi em Caruaru, em 1987. Fomos pra lá de ônibus, 48 horas pra ir e 48 pra voltar. Tocamos em Caruaru, Recife e Campina Grande". Em outros sites, entretanto, existia a afirmação que esse show em Campina Grande tinha sido em 1989.

Tárcio, baterista do Nephastus, que foi uma das bandas de abertura deste show, entrou em contato conosco e relatou o seguinte: "Andreas Kisser está certo. O Sepultura tocou em Caruaru em 87 (primeiro show com Andreas no Sepultura). Este show do CEU, em Campina, foi em 1988. A propósito, a quem interessar possa, o Nephastus está voltando à atividade".

Show do Sepultura no Clube dos Estudantes Universitários em 1988 (Fonte: Facebook)


O colaborador Josimar Barbosa foi mais além e nos enviou outra raridade. Trata-se do ingresso do evento:



Mais um "retalho" de Campina Grande, a história sendo contada pelos próprios filhos da terra, a quem agradecemos.

16 comentários

  1. Anônimo on 2 de junho de 2012 11:09

    Alguém sabe o que aconteceu com o NEPHASTUS?

     
  2. Neto Agra on 2 de junho de 2012 12:02

    Nenhuma testemunha ocular capaz de dirimir esta dúvida?

     
  3. Anônimo on 2 de junho de 2012 14:53

    A doidera não vem de hoje não, vem das antigas!

     
  4. Unknown on 2 de junho de 2012 18:30

    Sou Tárcio, baterista do Nephastus, uma das bandas de abertura deste show. Seguinte: Andreas Kisser está certo. O Sepultura tocou em Caruaru em 87 (primeiro show com Andreas no Sepultura). Este show do CEU, em Campina, foi em 1988. A propósito, a quem interessar possa, o Nephastus está voltando à atividade. []s.

     
  5. Valfrêdo Farias on 2 de junho de 2012 23:07

    Isso é que eu chamo de uma ré pra trás. Se eu não me engano eles dormiram na casa de Glberto "Bete Metal", que hoje é Dr. Gilberto, lá na palmeira. Boas lembranças. Tárcio, quanto tempo? Grande abraço!!!

     
  6. Anônimo on 4 de junho de 2012 17:53

    Este blog realmente nos traz o prazer de revivermos grandes momentos da história de Campina Grande. Todavia, esse "Sepultura" e tantos outros que giram por aí são verdadeiros loucos que maculam o passado da nossa terra e não se coadunam com o periodo nostálgico de cujas gerações adoravam a música romântica. Sepultura e afins, longe da nossa querida Rainha da Borborema.

     
  7. Manoel Leite on 4 de junho de 2012 20:34

    A própsito os irmãos Cavalera entraram no Bar CAVE que ficava em frente ao Céu e com cara de quem ia pedir alguma Tequila, fez cara feia no Balcão e pediu um Toddynho. Assim diz a tal lenda Urbana. Bom rever Tarcio Rodrigues (BÔLA)do tempo da "Ruinha"

     
  8. Manoel Leite on 4 de junho de 2012 20:37

    Alguém sabe dizer se os ingressos foram vendidos na Ecs maluketti? O point dos Roqueiros de CG...

     
  9. Manoel Leite on 4 de junho de 2012 20:37

    Alguém sabe dizer se os ingressos foram vendidos na Ecs maluketti? O point dos Roqueiros de CG...

     
  10. Anônimo on 15 de julho de 2013 21:10

    A loja de Mr. Ecs (Rildo Braga, grande incentivador do rock em Campina nos 80)ficava onde hoje é a Arca Não Sei o Quê (em frente ao muro do colégio das Damas na Floriano), antes da noitada no CEU, o Sepultura tocou em frente à loja e foi uma zoada total. Quem sabe dessa história completa é o próprio Rildo que pode ser encontrado na Ecs Maluketti (ele deve ter fotos incríveis desse dia).

     
  11. CB on 24 de setembro de 2013 19:06

    Pessoal. Leiam o post antes de comentarem, por favor.

     
  12. nao sei on 16 de dezembro de 2014 23:56

    ola, amigos!!!
    lembro- me muito bem desse show, foi em 1988.Foi o ano que cheguei em Campina p estudar no CPUC.

     
  13. MAERSON MEIRA on 17 de abril de 2015 13:50

    Ainda houve o episódio do "furto" da jaqueta de, se não me engano, Max, sinistro cometido por, "Chup..."prefiro não revelar nomes. Que me parece que foi devolvida posteriormente. Detalhe, a bateria (Caramurú) usada no evento era uma junção de dois instrumentos, de Eugênio Felipe e Marcone Maciel, E o velho Vando Qxim segurando a bateria para não correr por todo o palco. ...Bizarro!

     
  14. Alexandre GuLu on 24 de julho de 2015 18:39

    Sim houve o furto da jaqueta, mas foi Igor Cavalera, o baterista. Lembro de ele correndo para calçada procurando o ator do furto. Só posso dizer que o cara que fez isso não é muito normal, mas deixa ele pra lá...Eu peguei a faixa do show com um colega, mas ficou com ele, pena, ele não conservou.

     
  15. Josa on 28 de julho de 2015 12:02

    Será se alguém tem alguma foto ou vídeo de um trem que levava crianças no açude novo em 1988, o chamado trem da alegria com os personagens da Disney? Religuia.

    e-Mail; josuecg@ig.com.br

     
  16. Unknown on 16 de fevereiro de 2016 14:13

    Que comentário mais preconceituoso!
    O problema da minha linda Campina Grande são esses ditadores que insistem que essa cidade é composta apenas de forrozeiros.Em todo lugar existe o alternativo, e Campina não se resume apenas ao slogan de maior São João do mundo.
    Foi muito infeliz na sua colocação, deixo aqui o meu repúdio a ditadura musical de Campina Grande e a pessoa que postou tamanha ignorância!

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br