Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


A foto acima foi retirada do livro “A Feira de Campina Grande” de Roberto Coura. É um registro dos famosos “Pela Porcos”, ou "péla-pôico" na linguagem coloquial daqueles que se utilizavam dos serviços prestados; locais de corte de cabelo e também de barbearia, que se localizavam próximo a Avenida Canal, mais precisamente onde hoje está situado o prédio do SESC-Centro.

Estes locais marcaram época pela sua simplicidade e principalmente, pelo contraste que causava a velha paisagem de Campina Grande. No livro do fotógrafo Roberto Coura, além dessa foto, podemos verificar outras imagens da nossa Feira Central, uma das áreas de comércio ao ar livre que serviram de inspiração para a música “Feira de Mangaio” de Sivuca.

7 comentários

  1. Anônimo on 23 de setembro de 2011 13:09

    Sensacional

     
  2. edmilson roberto on 23 de setembro de 2011 16:14

    muito impressionante!! como sempre vcs dando um show, parabéns ao blog // a proposito informem onde podemos conseguir o livro referido!! grato

     
  3. mario vinicius on 23 de setembro de 2011 16:57

    No espaço das barbearaias, hoje, está o SESC Centro. No terreno do outro lado da Av. Canal, estão o Posto Fechine, outra construção onde funciona (ou funcionou) um escritório de Contabilidade, além de uma resiência na esquina da rua Santa Cecília.

     
  4. Adriano on 24 de setembro de 2011 10:01

    Edmilson, obrigado pelos elogios. Acreditamos que no Sebo existente ali na praça Clementino Procópio pode ter.

     
  5. Lorena Cavalcanti on 27 de setembro de 2011 13:33

    eheeheh Eu não tinha coragem de cortar oi meu cabelo ai não, eheh dá medo!!

     
  6. romulo azevedo on 9 de outubro de 2011 13:30

    Na verdade a música "Feira de Mangaio" foi inspirada na feira de Itabaiana.
    Quem me contou foi o próprio Sivuca quando fiz com ele um documentário para a série "A Paraíba e seus artistas" produzida e apresentada por mim nas tvs Paraiba/Cabo Branco em 1988.
    Ele disse que a música foi composta no balcão de uma lanchonete de Nova Iorque, em uma tarde chuvosa.
    Ele e Glorinha Gadelha estavam comendo aquelas comidas plastificadas e começaram a se lembrar das delicias(e outras mercadorias) encontradas na feira de Itabaiana.
    A letra foi escrita em um guardanapo e quando chegaram no apartamento deles,Sivuca fez a música.

     
  7. Anônimo on 13 de dezembro de 2013 09:16

    olá, vocês saberiam me informar em que ano essa foto foi tirada?

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br