Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Foto: (c) Cácio Murilo

“Venturosa Campina, querida, oh cidade que amo e venero...”

Traçar comentários à Campina Grande ante a ode de amor composta pelo professor Fernando Silveira em seu Hino Oficial, seria prover um texto redundante, haja vista a clareza com que o autor exulta o orgulho que cada habitante dessa “Canaã de leais forasteiros...” deve conter no peito.

Leais forasteiros, sim, pois desde sua pseudo-gênese, quando a tropa liderada pelo Capitão-Mor Theodósio de Oliveira Ledo aportou às margens do Riacho das Piabas, nosso Açude Velho, que Campina é Grande o bastante para acolher aqueles que carecem se utilizar da sua generosidade inata.

Na “...memória de índios valentes e singelos e alegres tropeiros” tentaram lhe nomear Vila Nova da Rainha, o que não vingou, nem em documentos oficiais: eis aí a força desse nome que faz nosso coração bater mais forte ao ouvi-lo pronunciado nos meios de comunicação quando é referendada pelos seus diferencias em nível nacional e, até, internacional!

Houve uma época em que a Rainha da Borborema comemorava seu auge, quando “...no teu povo, o progresso expande” era o mote que regia o processo de desenvolvimento que acompanhava sua cronologia natural.

“Tua glória revive, Campina, na imagem de homens audazes”, aqueles destemidos cidadãos, campinenses de corpo e de alma, de nascimento ou de adoção, que travaram batalhas em prol do engrandecimento dessa terra, não medindo esforços para fazer dessas “...serras de verdes vestidas” um lugar de pleno êxito no caminho ao futuro.

Coroada como Rainha da Borborema, abençoada por um clima espetacular e beneficiada por uma geografia que a torna o entreposto natural do estado da Paraíba, o “recanto abençoado do Brasil” comemora seu Sesquicentenário de Emancipação Política.

Torcendo sempre para que Campina não se limite a ser Grande apenas no nome, parabenizamos nossa estimada e valente cidade pelos seus 150 Anos!

Parabéns Campina, GRANDE!

Blog Retalhos Históricos de Campina Grande
Editores
Colaboradores

4 comentários

  1. Romero Costa on 11 de outubro de 2014 09:48

    Não conheço os Editores do blog, em especial quem teve a ideia de criá-lo, mas registro minha alegria por encontrar um espaço reservado para a amada Campina Grande!
    Meus cumprimentos!
    Parabéns, Campina Grande, Rainha da Borborema! 150 anos!

     
  2. Paulo Gomes on 11 de outubro de 2014 14:48

    O que disse há dois anos, se tornou realidade. Campina Grande chega a 150 anos sem uma comemoração digna do fato. Quem lembra dos 100 anos sabe a que me refiro. De qualquer forma,parabéns Grande Campina, por esta teimosia em existir quando tantos torcem pelo contrário.

     
  3. Anônimo on 11 de outubro de 2014 15:19

    Assino embaixo Paulo.
    É uma pena, a cidade merecia algo muito melhor como foi em 1964.

     
  4. Vinicius Queiroga Duarte on 11 de outubro de 2014 22:12

    A pífia celebração dos 150 anos de Campina Grande se deve a incompetência do atual prefeito que não teve capacidade de coordenar atividades e iniciativas inovadoras que promovesse a cidade de que tanto nos orgulhamos. PARABÉNS CAMPINA GRANDE

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br