Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Apesar da recente unificação de títulos brasileiros por parte da CBF, reconhecendo como campeão brasileiro aquele clube que venceu a antiga “Taça Brasil”, de fato, o primeiro campeonato brasileiro reconhecido como tal, ocorreu no ano de 1971. Da Paraíba, o Campinense Clube foi o primeiro time a se interessar e disputar com seriedade a competição, quando em 1972, chegou ao vice-campeonato da Série B (Segundona). Desta forma, seria normal o Campinense disputar a primeira divisão em 1973, fato que não ocorreu nem mesmo em 1974, pelo motivo que nem Campina Grande, nem mesmo a Paraíba em geral, tinham um palco de respeito (Estádio), para acomodar a disputa do mais importante campeonato nacional. Este problema só viria a ser solucionado em 1975, quando da inauguração do Estádio Ernani Sátyro (Amigão)

Hoje contaremos a história do Campinense naquele Brasileiro, não pela sua participação, que infelizmente não foi boa, e sim em virtude de seu pioneirismo, entrando para a história como a primeira participação de um clube paraibano na Série A do brasileiro.

A Revista Placar da Editora Abril, fez uma grande reportagem sobre a participação do Campinense naquele campeonato. Estes arquivos chegaram ao RHCG, graças a colaboradora Soahd Arruda e serão reproduzidos abaixo (Cliquem nas figuras para ampliar):



A campanha do Campinense ao longo do Campeonato Brasileiro de 1975, foi cheio de problemas, principalmente em virtude de uma disputa interna, entre os jogadores locais e os "estrangeiros", os contratados de outros Estados do Brasil.

Campanha:

Campinense 0x2 CSA-AL
Data:
24/08/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Clinamute Viera França (BA)
Renda: Cr$ 222.042,50
Campinense: Carlos; Edvaldo, Paulinho, Naná e Agra; Vavá, Dão e Erasmo; Porto (Leone), Pedrinho e Valnir (Luisinho). Técnico: Zé Lima
CSA: Dida; Natal, Geraldo, Zé Preta e Rogério; Roberto Menezes, Soareste (Tuca) e Ênio; Nei Conceição, Ferreti e Torino. Técnico: Laerte Dória
Marcadores: Ferreti e Ênio

Torcida no jogo contra o CSA na abertura do Brasileirão de 1975 – Fonte: Diário da Borborema

Campinense 2x2 São Paulo-SP
Data:
27/08/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Sebastião Rufino
Público: 14.616 pagantes
Renda: Cr$ 154.129,00
Campinense: Carlos; Edvaldo (Ageu), Gerailton, Naná e Eli; Vavá e Luis Carlos; Dão Pedrinho, Erasmo e Elvécio (Valnir). Técnico: Zé Lima
São Paulo: Waldir Perez; Nelson, Paranhos, Arlindo e Gilberto; Chicão e Silva (Ademir); Terto, Murici, Serginho e Mauro (Liminha). Técnico: José Poy
Marcadores: Serginho e Terto (São Paulo); Dão e Ageu (Campinense)

Fonte: Diário da Borborema
Fonte: Diário da Borborema

Áudio - Gols do jogo pela Rádio Borborema:


Campinense 1x1 Náutico-PE
Data:
31/08/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: José Leandro de Castro Serpa-SE
Público: 22.180 pagantes
Renda: Cr$ 261.310,00
Campinense: Carlos; Ageu, Gerailton, Naná (Agra) e Eli; Vavá e Luís Carlos; Dão Elvécio (Carlinhos), Pedrinho e Erasmo. Técnico: Zé Lima
Náutico: Neneca; Miguel, Djalma Sales, Sidclei e França; Pedro Omar e Juca Show; Dedéu (Baiano), Vasconcelos (Betinho), Jorge Mendonça e Lima. Técnico: Orlando Fantoni
Marcadores: Dão (Campinense) e Lima (Náutico)

Campinense 0x1 Americano-RJ
Data:
07/09/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Renato Oliveira Braga-SP
Público: 12.751 pagantes
Renda: Cr$ 129.154,00
Campinense: Carlos; Ageu, Gerailton, Zeca e Eli; Vavá e Luís Carlos; Dão, Elvécio, Pedrinho e Erasmo (Valnir). Técnico: José Lima
Americano: Dorival; Nei Dias, Luisinho, Luís Alberto e Marcos; Russo e Rangel; Luís Carlos (Lauro), Didinho, Messias (Dionísio) e Paulo Roberto. Técnico: Paulo Henrique
Marcador: Dionísio

Áudio - Gol do Americano pela Rádio Borborema:


Campinense 1x2 CEUB-DF
Data:
10/09/1975
Local: Estádio Édson Arantes do Nascimento - Brasília-DF
Árbitro: Urias Crescente Alves Júnior-GO
Público: Sem dados
Renda: Cr$ 132.000,00
Campinense: Carlos; Naná, Gerailton, Argeu e Eli; Vavá e Luís Carlos (Erasmo); Dão Elvécio, Pedrinho e Valnir (Porto). Técnico: José Lima
CEUB: Jair Bragança; Renê, Emerson, Cláudio Oliveira e Nonoca; Alencar e Péricles; Júnior, Fio (Dinarte), Moreira e Marco Antônio (Adalberto). Técnico: Marinho
Marcadores: Marco Antônio e Fio (CEUB); Dão (Campinense)

Campinense 0x4 Goiás-GO
Data:
14/09/1975
Local: Estádio Serra Dourada - Goiânia-GO
Árbitro: Juan de La Pasión Artes-MG
Público: 12.604 pagantes
Renda: Cr$ 147.324,00
Campinense: Aílton; Ageu, Gerailton, Naná e Agra; Vavá e Porto; Dão, Elvécio (Valnir), Luisinho (Pedrinho) e Erasmo. Técnico: José Lima
Goiás: Amauri; Triel, Emílio, Alexandre e Gilson; Matinha e Zé Maria (Tuíca); Píter, Lúcio, Rogério (Lincoln) e Rinaldo. Técnico: Barbatana
Marcadores: Rinaldo, Gilson, Rogério e Lincoln

Campinense 1x1 Sport-PE
Data:
17/09/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Saul Mendes-BA
Público: 13.440 pagantes
Renda: Cr$ 148.557,00
Campinense: Aílton; Dinda, Ageu, Gerailton e Eli; Vavá e Dão; Porto, Erasmo, Pedrinho e Elvécio (Jorge Flávio). Técnico: José Lima
Sport: Toinho; Cláudio Roberto, Marcos, Alberto (Pedro Basílio) e Cláudio; Luciano e Assis; Ademir (Peri), Dário, Garcia e Miltão. Técnico: Duque
Marcadores: Erasmo (Campinense); Dário (Sport)

Lance Campinense x  Sport em 1975 – Fonte: Diário da Borborema

Campinense 0x3 Internacional-RS
Data:
24/09/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Romualdo Arppi Filho-SP
Público: 10.022 pagantes
Renda: Cr$ 112.428,00
Campinense: Aílton; Dinda, Ageu, Gerailton e Eli; Vavá e Leone (Luís Carlos); Porto, Erasmo, Pedrinho e Elvécio (Valnir). Técnico: José Lima
Internacional: Manga; Cláudio, Figueroa, Hermínio e Vacaria; Paulo César Carpegiani e Borjão (Tadeu); Valdomiro, Escurinho (Caçapava), Flávio e Lula. Técnico: Rubens Minelli
Marcadores: Flávio (2) e Tadeu

Campinense 2x5 Bahia-BA
Data:
28/09/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Manuel Amaro de Lima-PE
Público: 9.700 pagantes
Renda: Cr$ 96.638,00
Campinense: Carlos; Dinda, Ageu, Gerailton e Agra (Edvaldo); Vavá e Luís Carlos; Dão, Leone (Valnir), Pedrinho e Erasmo. Técnico: José Lima
Bahia: Brasília; Perivaldo, Rodolfo, Roberto Rebouças e Romero; Deco e Zito; Tírson (Zé Augusto), Jorge Campos, Mickey e Caldeira. Técnico: Alencar
Marcadores: Mickey (2), Caldeira, Zito e Tirson (Bahia); Pedrinho (2) (Campinense)

A torcida do Campinense sempre presente em 1975

Campinense 0x4 Vasco-RJ
Data:
02/10/1975
Local: Estádio São Januário – Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Rubens Maranhão-PR
Público: 3.397 pagantes
Renda: Cr$ 51.690,00
Campinense: Carlos; Ageu, Paulinho, Gerailton e Edvaldo; Vavá e Dão; Porto (Luis Carlos), Erasmo (Mário), Pedrinho e Orlando. Técnico: José Lima
Vasco: Mazzaropi; Deodoro, Moisés, René e Alfinete; Alcir e Zanata; Freitas, Dé, Jair Pereira (Serginho) e Luis Carlos. Técnico: Mário Travaglini
Marcadores: Freitas, Jair Pereira, Zanata e Moisés

Fonte: Jornal do Brasil
Fonte: Jornal do Brasil

Áudio - Gol de Jair Pereira  - Rádio Borborema:


Campinense 1x2 Desportiva Ferroviária-ES
Data:
05/10/1975
Local: Estádio Engenheiro Araripe - Cariacica-ES
Árbitro: Aluísio Felisberto da Silva-RJ
Público: 3.256 pagantes
Renda: Cr$ 45.345,00
Campinense: Carlos; Ageu, Paulinho, Gerailton e Naná; Vavá e Luís Carlos; Porto, Mário (Sandoval), Pedrinho e Orlando (Erasmo). Técnico: José Lima
Desportiva: Edalmo; Daniel, Elci, Edmar e Gaúcho; Sérgio e Baiano; Guará, Kosilek, Zezinho e Evandro (Beto). Técnico: Paulo Emílio
Marcadores: Kosilek e Evandro (Desportiva); Vavá (Campinense)

Áudio - Gol de Vavá pela Rádio Borborema:


Campinense 0x0 Goiânia-GO
Data:
19/10/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Armando Camarinha-PE
Público: 6.620 pagantes
Renda: Cr$ 64.863,00
Campinense: Fernando; Edivaldo, Ageu, Gerailton e Eli; Sandoval e Luís Carlos; Porto, Meinha (Vavá), Jorge Flávio e Orlando (Valnir)
Goiânia: Carlos Alberto; Borges, Éder, Alemão e Tasso; Maurício e Marco Antônio; Wilson Andrade (Guilherme), Robertinho, Bill e Sinomar. Técnico: Gérson dos Santos

Fonte: Revista Placar

Campinense 1x5 Portuguesa-SP
Data:
22/10/1975
Local: Estádio Amigão - Campina Grande-PB
Árbitro: Manuel Amaro de Lima-PE
Público: Sem Dados
Renda: Cr$ 67.977,00
Campinense: Fernando; Edvaldo, Ageu, Gerailton e Eli; Sandoval (Odon) e Vavá; Valnir (Dão), Luís Carlos, Pedrinho e Orlando. Técnico: José Lima
Portuguesa: Miguel; Cardoso, Mendes, Calegari e Santos (Isidoro); Badeco e Dicá; Tatá (João Carlos), Rui Rei, Enéas e Wilsinho. Técnico: Oto Glória
Marcadores: Enéas (3), Rui Rei e Dicá (Portuguesa); Vavá (Campinense)

Campinense 2x4 Sergipe-SE
Data:
26/10/1975
Local: Estádio Batistão - Aracaju-SE
Árbitro: Anivaldo Seixas Magalhães-BA
Público: 2.283 pagantes
Renda: Cr$ 24.207,00
Campinense: Fernando; Edvaldo, Paulinho, Naná e Eli; Sandoval e Odon (Dão); Vavá, Valnir, Pedrinho (Jorge Flávio) e Orlando. Técnico: Buarque Gusmão
Sergipe: Zé Luís; Léo, Paulo César (Cabral) e Assis; Rubens e Carlinhos; Luciano, Ricardo (Samuca), Marcílio, Neguinho e Joãozinho. Técnico: Alberto Menezes
Marcadores: Neguinho (2), Naná (contra) e Marcílio (Sergipe); Sandoval e Jorge Flávio (Campinense)

Áudio - Gol de Sandoval pela Rádio Borborema:


Campinense 1x3 Vitória-BA
Data:
29/10/1975
Local: Estádio Fonte Nova - Salvador-BA
Árbitro: Sílvio Gonçalves David-MG
Público: 2.448 pagantes
Renda: Cr$ 20.559,00
Campinense: Fernando; Edvaldo, Ageu, Naná e Eli; Sandoval e Luís Carlos; Vavá, Pedrinho (Jorge Flávio), Porto e Orlando (Dão). Técnico: Buarque Gusmão
Vitória: Jorge Vitório; Cláudio Deodato, Altivo, Fernando Silva (Róbson) e Valter;  Denílson e Joel (Didi Duarte); Gibira, Paulinho, Osni e André. Técnico: Tim
Marcadores: Osni (3) (Vitória); Dão (Campinense)

Campinense 1x5 Santos
Data:
01/11/1975
Local: Estádio Vila Belmiro - Santos-SP
Árbitro: Rui da Silva Cañedo-RS
Público: 6.541 pagantes
Renda: Cr$ 92.152,00
Campinense: Carlos; Edvaldo, Paulinho, Naná e Eli; Leone e Luís Carlos (Orlando); Porto, Vavá, Jorge Flávio e Dão. Técnico: Buarque Gusmão
Santos: William; Tuca, Nei, Vicente e Fernando; Léo (Tostão), Clodoaldo e Brecha (Mazinho); Babá, Toinzinho e Cláudio Adão
Marcadores: Léo, Cláudio Adão, Toinzinho, Brecha e Tuca (Santos); Jorge (Campinense)

Fonte: Folha de São Paulo
Fonte: Folha de São Paulo

O Campinense Clube terminou o Campeonato Brasileiro na última posição (42), não conseguindo nenhuma vitória. Entretanto, para orgulho dos "raposeiros", entrou para a história como o primeiro clube paraibano a disputar a 1ª divisão do Campeonato Nacional.

Fontes Utilizadas:

http://futpedia.globo.com/
Jornal do Brasil (Acervo)
Folha de São Paulo (Acervo)
www.rsssf.com
Revista Placar (Acervo)
Diário da Borborema (Arquivos enviados ao RHCG pelo colaborador Jonatas Pereira)

1 Comment

  1. Anônimo on 13 de abril de 2012 15:53

    Como mostram as fotos a torcida RAPOSEIRA já era enorme, ex: no jogo contra o CSA.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br