Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Apertem os cintos, pois iremos fazer uma viagem a vários momentos da história de Campina Grande. São fotos encontradas na Internet, do acervo pessoal do blog e também de publicações diversas sobre Campina Grande:


FOTO 1:


Registro da antiga feira de frutas que existia na Rua Venâncio Neiva

FOTO 2:


Na imagem acima, observamos a Avenida Floriano Peixoto, esquina com a Maciel Pinheiro. Algumas casas ainda obstruíam a Avenida.

FOTO 3:


Antiga Rua dos Paus Grandes, hoje Rua João Alves de Oliveira.

FOTO 4:


Rua Vila Nova da Rainha. Por trás, a área aonde viria a ser instalada a Feira Central. Ao fundo, após o Açude Velho, o sítio onde seria construído o bairro de José Pinheiro.

FOTO 5:

Registro do Calçadão da Rua Maciel Pinheiro nos anos 80

FOTO 6:


Belíssima imagem encontrada no jornal "Gazeta do Sertão”. Podemos visualizar parte da Praça da Bandeira, o Colégio das Damas, o Prédio dos Correios e alguns prédios, inclusive o inacabado edifício dos Motta. A foto é de 1981.

FOTO 7:

Imagem aérea de Campina Grande, também extraída da "Gazeta do Sertão", do ano de 1984. A identificação fica a cargo do leitor.

FOTO 8:

A então "Nova Rodoviária de Campina Grande", inaugurada no Governo Wilson Braga. A imagem provavelmente é do fim dos anos 80.

FOTO 9:

Surpreendente registro histórico encontrado na Internet, mostrando a construção do antigo Grande Hotel na Avenida Floriano Peixoto

FOTO 10:

E finalizando o "top 10", imagem da Catedral e do antigo "Paço Municipal" da Avenida Floriano Peixoto

7 comentários

  1. Jobedis Magno de Brito Neves on 8 de julho de 2010 08:59

    Na década de 10, do século passado, após a instalação da Estrada de Ferro, Campina Grande apresentava boas perspectivas econômicas. Mas permaneceu em fase estacionária, até por volta de 1930. A partir de então, fatores de ordem financeira e administrativa criaram uma nova estrutura econômica, desencadeando um período de grande progresso.
    Os resultados desse progresso eram sensíveis, na década de 40, com o surgimento de novas indústrias, ampliação do mercado imobiliário e um incentivo latente ao aparecimento de uma nova cultura: o algodão - o Ouro Branco. A cidade conheceu suas principais melhorias públicas, até aquela data.
    O ciclo do algodão passa a comandar um período de grande ânimo, caracterizado pelo aumento da demanda de mão-de-obra, que, num processo de crescimento, desenvolveu o comércio do município, em todos seus setores. Estas fotos mostram a grande transformação de Campina Grande. Bonito resgate

     
  2. Murali Vajapeyam on 8 de julho de 2010 10:11

    Sensacional o blog! Nasci e morei quase 20 anos em Campina, mas moro nos EUA ha dez anos. Comecei a tomar um enorme interesse por fotos antigas da cidade faz pouco mais de um ano. Coincidentemente, ano passado voces dois comecaram o blog, que hoje eu acompanho diariamente...

     
  3. Anônimo on 8 de julho de 2010 21:51

    Não consigo lembrar do nome daquele recanto, que ficava aonde hoje é a Pirâmide do Parque do Povo. Havia ali, já no início da Rua Major Belmiro, uma comunidade que todos conhecia, cujo nome gostaria de lembrar. Alguém lembra?
    Grato a todos!
    Abraço,
    Hebert

     
  4. jobedis Magno de Brito Neves on 9 de julho de 2010 06:36

    A comunidade era chamada Embiras

     
  5. Anônimo on 15 de julho de 2010 14:41

    Arthur: Muito bom o blog de vcs, tenho 19 anos, mas percebo vendo essas fotos que eu sou parte dessa cidade e ela é parte de mim. Um dia eu espero passar para meus filhos o orgulho que essa cidade, só a cidade trás para mim. Muito obrigado por fazer da web mas um instrumento de conhecimento.

     
  6. Maria Sophia on 4 de outubro de 2010 19:19

    Eu adoro esse blog!!!! Vocês não imaginam o bem cultural que estão promovendo para nós. Às vezes, ligo o computer e fico horas e horas me deliciando nas fotos antigas da cidade e imaginando quantas histórias de vidas já passaram por aqui! Como é interessante a história! Eu nunca tinha me ligado nisso! Tenho aprendido tanta coisa! Às vezes passo por algumas ruas e me lembro das fotos: aqui era assim... meu Deus, como mudou!!!! Estou amando a história... Quero saber mais!!! Por isso, PARABÉNS pelo projeto!

     
  7. Diogo Almeida on 15 de novembro de 2010 00:21

    Na foto 7, observa-se os Ed. Palomo, Ed. Lucas, Ed. João Rique e no canto esquerdo, inferior, o ainda inacabado Ed. dos Motta. No canto inferior direito, pode-se observar o Ferro de engomar e o grande galpão onde atualmente fica o Bronx Bar, na Getúlio Vargas. (para melhor identificação, seguir a abertura em V do Ed. Lucas, bem em frente).

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br