Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Há algum tempo que detemos em nosso acervo uma foto que, em sua descrição, nomeava a Praça da Bandeira de "Praça José Américo"...


Outro dia nos deparamos com uma nova foto do local, ainda quando a área da Praça era seccionada pelo acesso à Rua Getúlio Vargas, com a presença de um busto! Aí começou nosso interesse em descobrir quem seria esse homenageado.


Como contamos com uma excelente rede de leitores que por sua competência se tornam colaboradores, o Prof. Mário Vinicius nos informou, à pouco, que segundo pesquisas suas, o tal busto era do ex-ministro José Américo de Almeida.

Portanto, eis o "elo perdido" em que nos achávamos! A Praça da Bandeira, outrora dividida em duas, já fora nominada Praça José Américo.

O girador do Parque da Criança se chama, ou se chamava, Praça Min. José Américo... havia um busto lá! Então segue nosso viés de pesquisa, agora em busca do busto de José Américo que já não está mais na praça do girador.

5 comentários

  1. Anônimo on 9 de setembro de 2012 10:52

    Eu me lembro quando estava o busto de José Americo, mas não me lembro dessa vista da primeira foto. Porém, acho que ambas são dos anos cincuenta. Inicio e fim da década...

     
  2. Soahd Arruda on 10 de setembro de 2012 08:16

    Digamos assim, que José Americo mesmo sendo um busto e de bronze virou inquilino de praças, e pelo jeito o valor que estão dando a ele é pouco, pois muda de nome e passa para outro lugar, e se já saiu do giradouro do parque da criança, quem sabe não está em algum deposito do SISU, a espera de uma nova morada.

     
  3. https://www.facebook.com/jjdipacetejo on 10 de setembro de 2012 08:17

    É que os líderes do passado estão sendo esquecidos ... José Américo de Almeida, Elpídio de Almeida, Argemiro de Figueiredo, Féliz Araújo, dentre outros, pouco são lembrados como pessoas que contribuiram para o crescimento da nossa cidade. Um fato é que os ocupantes dos cargos e funções ligados à história e à cultura pouco conhecem do assunto!

     
  4. Emmanuel Sousa on 10 de setembro de 2012 08:17

    O girador da entrada de CG pela BR230-Mirante se chama Raymundo ASfora... havia tb uma cabeça do tribuno lá apositada. Há cerca de 10 anos meu irmão lembra que via ela jogada lá no quintal da antiga biblioteca da UEPB, ele até ligou pra rádio na época pra denunciar. Mas, até hoje, é mais um monumento "DADO FIM" em Campina Grande.

     
  5. djelma porto on 11 de setembro de 2012 20:34

    É tudo isso resultado do progresso que vai tomando espaço ficando no esquecimento aqueles que fizeram a história de uma cidade.Conservar um monumento em uma praça não toma nenhum espaço.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br