Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


No dia 15 de Agosto de 2015 a Igreja do Rosário, em sua localização no Bairro do Prata, completa 75 anos!

Sempre lembrando que a História da Igreja de Nossa Senhora do Rosário começou bem antes em Campina Grande com a presença da Irmandade do Rosário desde 1793 que, em 1831 quando recebeu autorização para construção (sic!) já possuía seu templo edificado no Centro da cidade, bem em frente ao antigo Cine-Theatro Capitólio.

"Esta igreja foi erguida “fora de portas”, ao poente da Matriz, à margem da estrada, tendo, neste particular, a mesma sorte do mercado. Ficou por muitos anos sozinha, como que abandonada da vila. O terreno que a separava do mercado ainda estava coberto por densa capoeira e rasteiras plantações. E, em meio, um pequeno riacho que corria de norte a sul para a bacia do Açude Velho."

Antiga Igreja do Rosário, Centro de Campina Grande
Década de 1930

Em tempo, a Igreja do Rosário foi elevada à condição de Paróquia  em 15 de agosto de 1940  pelo arcebispo da Paraíba, criando a segunda paróquia da cidade, quando a igreja já estava vendida para ser demolida.

A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, padroeira dos negros, manteve-se solene até 18 de Outubro do ano de 1940, quando a necessidade da expansão da Av. Floriano Peixoto, para implementação da reforma urbanística da gestão do prefeito Vergniaud Wanderley a pôs abaixo, mediante indenização monetária, que permitiu o início das obras da nova Igreja, a ser edificada no Bairro da Prata, em terreno doado por Raimundo Vianna, o mesmo que doou o terreno para construção do Colégio Estadual (da Prata).

O primeiro vigário nomeado somente no ano de 1942, foi o Pe. José Trigueiro e, durante o período em que durou as obras, as celebrações foram sediadas provisoriamente no antigo Santuário de Nossa Senhora da Guia, a Igreja de Nsa. Sra. da Guia hoje sentada na Praça do Trabalho, no Bairro do São José. 

Santuário de Nossa Senhora da Guia, hoje Igreja de Nossa
Senhora da Guia - Praça do Trabalho - São José

A nova igreja foi construída com muito empenho e força de vontade dos paroquianos. Conta-se que muitos, além de donativos, davam a própria mão-de-obra para os serviços.

Construção da Igreja do Rosário - Bairro da Prata
Foto Acervo Família Arruda


Paróquia de Nossa Senhora do Rosário - Bairro da Prata
Década de 1940

No ano de 1956 o templo fora acometido de um incêndio, dito criminoso, donde o responsável fora detido e confessou a intenção da prática de roubo no local. Vários itens sacros foram consumidos pelo fogo.

Mais uma vez a comunidade se juntou no empenho de recuperar a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. A mobilização obteve seu pleno êxito no ano 1959 com a conclusão da recuperação, além da instalação do relógio na torre, fruto de doação dos irmãos Roldão Mangueira e José de Medeiros Camboim.

Curiosamente, cada família que participou das doações dos vitrais têm seus nomes gravados nas peças, podendo ser conferidas até hoje.

Detalhes do interior da Igreja, após o incêndio, em 1956

Após a destruição da igreja, teve início uma grande mobilização popular entre os fiéis paroquianos para soerguer o templo e recuperar o que fora destruído pelas chamas, sendo concluídas as obras de reforma no ano de 1959, inclusive com a modificação da torre fronto-central tendo recebido um relógio, doado pelos irmãos Roldão Mangueira e José de Medeiros Camboim, abençoado por Dom Manuel Pereira da Costa, o terceiro bispo de Campina Grande.

Aspecto definitivo da Igreja do Rosário
após a reforma (incêndio) - Década de 1950

Ao completar 75 anos, a (atual) Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, tem à frente o Pe. Márcio Henrique Mendes Fernandes, oitavo pároco nomeado a partir de 25 de maio de 2014, e como padres auxiliares o Mons. Antonio Apolinário e o Pe. Eugênio Vital Pereira.

Para conhecer mais a História da Igreja do Rosário, de Campina Grande, através de postagens anteriores do BlogRHCG, clique nos links abaixo:

Foto da construção da Igreja no Bairro da Prata:
http://cgretalhos.blogspot.com/2010/01/igreja-do-rosario-atual.html

Foto Igreja do Rosário - Ano 1961:
http://cgretalhos.blogspot.com/2013/09/igreja-do-rosario-1961.html

Incêndio Criminoso na Igreja do Rosário - Ano 1956:
http://cgretalhos.blogspot.com/2011/01/fato-historico-incendio-na-igreja-do.html

Foto: Antiga Igreja do Rosário, no Centro da Cidade (Década de 1930)
http://cgretalhos.blogspot.com/2009/09/memoria-fotografia-antiga-igreja-do.html

Foto: Antigo Largo do Rosário, Centro da Cidade (Década de 1930)
http://cgretalhos.blogspot.com/2012/07/largo-do-rosario-anos-30.html

Foto: Domingo de Ramos - Igreja do Rosário - Década de 1930
http://cgretalhos.blogspot.com/2011/06/memoria-fotografica-antiga-igreja-do.html

Fotos: Igreja do Rosário, em frente ao Cine Capitólio - Rua Irineu Joffily
http://cgretalhos.blogspot.com/2011/05/memoria-fotografica-antiga-igreja-do.html

Convite para Vaquejada 'beneficente' para construção da Igreja do Rosário
http://cgretalhos.blogspot.com/2015/03/propaganda-de-vaquejada-para-construcao.html



2 comentários

  1. walmir chaves on 14 de agosto de 2015 12:19

    No ano 1965 o Teatro Universitário Campinense (TUC)convidado pelo párroco da época apresentou nessa igreija a "Via Sacra", peça de Teatro com a qual ganhamos o 1º premio no Festival de Teatro da Paraiba (Em João Pessoa)no mesmo ano. Fol a ultima vez que entrei na Igreija do Rosario...

     
  2. Anônimo on 25 de agosto de 2015 12:02

    O pároco da época era o padre Cristovão. Largou a batina por uma saia e foi ser feliz em São Paulo ao lado da mulher amada e dando um tchau para o ridículo celibato.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br