Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Marinês e sua Gente (Google Images)
Falar em Marinês nunca é demais, dada a valorosa história da saudosa cantora que marcou época na música nordestina. Inês Caetano de Oliveira, seu nome verdadeiro, apesar de ter nascido em Pernambuco era campinense de coração.

A “postagem” de hoje surgiu de uma idéia do jornalista e professor Rômulo Azevedo, que pediu para que colocássemos a primeira aparição de Marinês em vídeo, quando a “Rainha do Xaxado” participou do filme “Rico Ri à Toa”, do cineasta Roberto Farias e que contava com a participação de Zé Trindade e Violeta Ferraz no elenco.

A música escolhida para o filme foi “Peba na Pimenta” de João do Vale, Adelino Rivera e José Batista, gravada em setembro de 1957 ainda em 78 RPM. Esta música na época chegou a causar algum problema a Marinês, já que alguns padres da Igreja Católica alegaram que a música era de duplo sentido, chegando ao cúmulo de durante as missas, pedirem aos fiéis para não comprarem o disco de Marinês. Coisa da época...

Fonte: Cineclick
Segundo o site “Cineclick”, o filme Rico ri à Toa: “é uma divertida comédia que marca a estréia do diretor Roberto Faria. Zé Trindade é um chofer de táxi que tem uma verdadeira paixão pelo seu carro e vive discutindo com seus passageiros. Um dia, ele, a esposa e a filha recebem a visita de um advogado, que lhes entrega uma herança de 15 milhões, vinda de um parente desconhecido de Portugal. Mas tudo não passa de um golpe para encobrir o dinheiro do assalto a um banco, ocorrendo a partir daí inúmeras situações engraçadíssimas”.

Zé Trindade, o ator principal do filme foi um grande comediante do rádio, que ficou famoso pelos jargões "Mulheres, Cheguei!" e "Meu Negócio é Mulher".

No vídeo abaixo, “Marinês e Sua Gente” estão na plena juventude, inclusive com participação de Abdias, que foi marido da grande cantora nordestina. Sem mais procrastinações, vamos ao histórico registro:


Agradecemos ao professor Rômulo pela lembrança de mais este “retalho” de nossa história.

Fontes Utilizadas:

http://www.onordeste.com/index.php
http://www.cineclick.com.br/index.html
Wikipédia
Brasil Vita Filmes

2 comentários

  1. afidellis on 12 de março de 2012 08:44

    Nossa, Marinês, a Rainha do Xaxado era fantástica! Joninha nela aê! =D

     
  2. jordaosandro on 30 de abril de 2012 13:10

    Maravilhoso! Mostra com tanto bom humor e discrição, o que hoje no forro virou explicito e barato. Isso eh que eh arte. ai ai ai,

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br