Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Esta foto, de autoria de Marcus Nogueira, usuário da comunidade "Campina Grande" no Orkut, pode ser amplamente analisada em seu contexto artístico.  No entando, ela fala mais do que mostra!

Expliquemos:

O que pode representar uma cidade repleta de prédios e edifícios? Uma cidade em progresso, em pleno ritmo de desenvolvimento! Momento contemporâneo da nossa urbe.

Voltemos pra foto: em primeiro plano está captada, no centro da imagem, a Estação Velha e, ao fundo, a selva de pedra que remete ao atual 'boom' do mercado imobiliário local.

Campina Grande, apesar de sua importância histórica, abriu suas portas para o progresso e para o maior período do seu desenvolvimento, culminando com o auge da cultura algodoeira, justamente com a chegada do trem em 1907!

Portanto, o desenvolvimento local e a Estação Velha tem mais caracteristicas em comum do que supõe a excelente fotografia.

Agora, rendemos nossa atenção ao estado de conservação no qual se encontra um dos maiores Patrimônios Históricos de Campina Grande, o antigo ponto final da Great Western:

Foto publicada no Portal A Palavra Online


Foto publicada no Portal A Palavra Online

6 comentários

  1. Ribamar Bezerra on 25 de fevereiro de 2011 08:24

    É incrível como o povo e os governantes de campina não valorizam os aspectos históricos da cidade, gente que é isso!!?? Mto triste. Campina é uma eterna adolescente ¬¬

     
  2. Anônimo on 25 de fevereiro de 2011 20:03

    Esse explosao de predios é fruto da violencia que assola nossa cidade nada mais.

     
  3. Rebecca Cirino on 26 de fevereiro de 2011 09:39

    Precisamos primeiramente educar a nossa população de que o patrimonio histórico é um pedaço de nós. Os governantes saem da nossa população...

    www.identidadedamemoriamorta.com

     
  4. Jerônimo Bento de Melo on 27 de fevereiro de 2011 00:07

    Os modernos edifícios, lindos e harmônicos diga-se de passagem, são uma tendência nas grandes cidades. Quanto à Estação Velha, ícone do progresso campinense, poderia, com uma boa reforma e cuidados constantes se harmonizar com a beleza incontestável da nova urbe. Sem isso, e como está, é lamentável. Uma pena.
    P.S. Marcus, Bela foto! Queria, se possível, saber que câmera e lente você usou nessa tomada.

    Jerônimo Bento de Melo
    jevigui1@ig.com.br

     
  5. Anônimo on 27 de fevereiro de 2011 09:28

    Por mais edifícios que se construam em CG, é inegável o eterno e "imutável" pensamento provinciano do nosso povo campinense e brasileiro. Campina Grande é uma cidade sem memória histórica e sem consciência de preservaçao dos últimos edifícios que ainda temos na cidade. "VIVA O BREGA" das novas edificaçoes desta cidade de escassa e nula consciência histórica.

     
  6. maniaco_da_camera on 28 de fevereiro de 2011 08:08

    o pior é que um terreno bem proximo a estação foi vendida e outra construção esta se erguendo ao lado da estação não sei se é predio ou galpão o certo é que sufocará ainda mais a visibilidade da estação vou registar a foto e enviar ao cg retalhos para anexarem a essa postagem

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br