Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

O material a seguir nos foi enviado por Olímpio Rocha, advogado, filho do campinense Marcio Rocha, que foi vereador em Campina Grande de 1983 a 1997, sendo portanto, um importante "retalho histórico" da nossa cidade, nas próprias palavras de Olímpio.


Hoje, 22 de agosto de 2010, Márcio Rocha está completando 52 anos de idade e seu filho quis prestar-lhe uma homenagem, publicando no blog o cordel abaixo, de autoria de poeta José Laurentino:


MARCIO ROCHA NUM CORDEL

POETA JOSÉ LAURENTINO (Julho de 1992)

Há pessoas neste mundo
que nascem igualmente à tocha
para brilhar a vida toda
como o sol que desabrocha
um exemplo conhecido
é o sempre aplaudido
vereador MARCIO ROCHA.

Desde que MARCIO nasceu
em vinte e dois de agosto
do ano cinquenta e oito
seus pais viram no seu rosto
que nos dias do futuro
seria um homem seguro,
trabalhador e disposto.

Seu Olímpio e Dona Fátima
pais daquele garotinho
o botaram na escola
com muito amor e carinho
lhe orientando em tudo
pra que no mundo do estudo
ele aprendesse o caminho.
Os seus primeiros estudos
no Colégio Alfredo Dantas
primário, ginasial,
científico, (horas tantas
de estudo decisivo)
MARCIO cuidava do livro
como quem cuida das plantas.

Fez vestibular, passou
no curso de Medicina
no ano setenta e sete
na Faculdade em Campina:
outra etapa, outra luta
MARCIO de boa conduta
vai cumprindo sua sina.

Ainda como estudante
começou a trabalhar
clinicando pelos bairros
junto à classe popular
no intuito de servir,
aprender e progredir,
fazer o bem, ajudar.

Do Diretório Acadêmico
quando ele foi Presidente
de todos os movimentos
estava MARCIO na frente
participando da luta
ao lado da sua gente.

Juntou-se a quem foi à praça
numa luta tão bonita,
para cobrar “ANISTIA
AMPLA, GERAL E IRRESTRITA”
sua contribuição
em defesa da Nação
que se encontrava aflita.

Eu ouvi a voz de MARCIO
e na condição de ouvinte,
acompanhei seu trabalho
com rigor e com requinte
eu vi, muita gente viu
como ele contribuiu
pra nossa Constituinte.

Eu escutei seu discurso
com bravura e energia
exigindo liberdade,
em prol da democracia,
falando contra o pelego
combatendo o desemprego,
a fome e a carestia.

A luta de MARCIO ROCHA
eu sempre admiro e louvo
porque ele começou
muito cedo; ainda novo,
lutando pela igualdade,
contra a arbitrariedade
cometida contra o povo.

Quando era Presidente
do D.A. da Faculdade
lutou pelo ensino público
e gratuito, na verdade
lutar é seu intuito
vê no ensino gratuito
a maior necessidade.

Ao tempo em que MARCIO ROCHA
era ainda estagiário
do curso de Medicina
sempre firme e solidário
seu esforço ofereceu
e para o povo exerceu
trabalho extraordinário.

Ele e Irmã Mercês
numa caminhada bela
foram lutar pelo povo,
MARCIO ROCHA ao lado dela.
Prestaram bom contributo
ao conhecido Instituto,

o “Cruz Branca e Amarela”.
No ano de oitenta e dois
nascia mais um doutor
MARCIO ROCHA já formado
depois de muito labor
mais um médico pra Campina;
da turma de Medicina
foi escolhido orador.

E discursou sobre o tema
de “LUTEMOS PELA VIDA”
a sua palavra séria,
por todos aplaudida;
pois quando a palavra é
dita com firmeza e fé
quem escuta não duvida.

Depois disso MARCIO ROCHA
para a luta sempre afeito
estudou Sociologia
e não se deu por satisfeito
de estudar não parou
submeteu-se e passou;
vestibular de Direito.

A vida de MARCIO ROCHA
acompanhei como pude
e o vi na praça pública falando ao povo rude,
à população
dando orientação
com relação à saúde.

No ano de oitenta e dois
MARCIO ROCHA foi eleito
vereador de Campina
nunca esqueço aquele pleito
MARCIO ROCHA aplaudido;
e se ele ontem foi querido
hoje é do mesmo jeito.

Onde quer que esteja o povo
se encontra o vereador
MARCIO ROCHA, combativo,
o médico, o trabalhador,
contra a desigualdade
em defesa da cidade
a que mais dedica amor.
Desde de setenta e nove
que MARCIO ROCHA, sozinho
vai a São José da Mata
trilhando o mesmo caminho
e atende com muita fé
o povo de São José
bem como o povo vizinho.
Serra de Joaquim Vieira,
Bosque, Tambor e Gaspar,
Monte Alegre, Capim Grande,
gente de cada lugar
vai à procura de MARCIO
não o médico do Palácio,
mas da classe popular.

Atende em Campina Grande,
ao povo do Mutirão,
aquele bairro que fica
vizinho ao Serrotão;
para o povo do Velame
MARCIO ROCHA faz exame
medica e dá atenção.

Bodocongó, Monte Santo,
Ramadinha e Catingueira
nestes bairros, MARCIO atende
quarta, quinta ou sexta-feira
é nosso MÉDICO DO POVO

FAZENDO UM TRABALHO NOVO
SEM PREGUIÇA E SEM CANSEIRA.

O NOSSO MÉDICO DO POVO
vencendo dificuldades
vai ao Jardim Borborema
quando há necessidades
é este seu compromisso;
e vem prestando serviço
ao Bairro das Cidades.

Lutando contra a doença
vencendo muitos percalços
agradecendo aos justos
e, perdoando aos falsos
pelos pobres sempre amado
por isto já foi chamado:
“O MÉDICO DOS PÉS DESCALÇOS”.

Lá na tribuna da Câmara
vi MARCIO em muitos momentos
apresentando projetos,
fazendo requerimentos,
sempre forte, sempre altivo,
cobrando ao EXECUTIVO
mais praças, mais calçamentos.

Vi MARCIO solicitando
com garra e destemor:
assistência ao menor
bem como ao agricultor
mais cuidado com a saúde
louvei a sua atitude
reconheci seu valor.

Vi um discurso de MARCIO
numa certa ocasião
pedir ao homem do campo
mais eletrificação;
para o povo da cidade
ele pediu, é verdade
escola, urbanização.

Não sei de quem, nem de onde
ouvi dizer uma cousa:
“ao lado de um grande homem
tem sempre uma grande esposa”;
creio com sinceridade
que uma grande verdade
nesta questão repousa.

Se MARCIO ROCHA tem feito
de vitória, sua vida
É que sempre teve o braço
Da sua esposa querida
MARILLAC é o seu nome
pediatra de renome
por muita gente conhecida.

É, Luísa Marillac
o nome desta senhora
que ao lado do marido
todo dia, toda hora
junto às camadas carentes
às criancinhas carentes
ela atende sem demora.

Por sua capacidade,
E ser ainda tão novo
E pelo muito que fez
sendo ele o “MÉDICO DO POVO”
é por todo mundo aceito
duas vezes foi eleito
e agora vai ser de novo.

Você VOTE EM VINTE E TRÊS,
MEIA DÚZIA, VINTE E TRÊS,
E tenham MARCIO – “DE ROCHA”!!!
Trabalhando por vocês
O povo já decidiu
CAMPINA GRANDE PEDIU
MARCIO ROCHA OUTRA VEZ!!!

Por
Zé Laurentino, membro da Academia Campinense de Letras.

(Este cordel foi escrito, em 1992, pelo poeta Zé Laurentino, em homenagem ao então vereador Marcio Tarradt Rocha. Marcio, primeiro edildo Partido Comunista Brasileiro na Paraíba pós redemocratização, exerceu mandatos no legislativo municipal em Campina Grande até 1997, desde 1983. Depois, esteve Superintendente do 3º Núcleo Regional de Saúde da Secretaria de Saúde da Paraíba, 1º Diretor Geral do Hospital Regional Dom Luiz Gonzaga, em Campina Grande, e, de hodierno, está Diretor de Atenção à Saúde da Secretaria de Saúde de Campina Grande. Hoje, 22/08/2010, completa 52 anos de idade, sendo homenageado pelos filhos Olímpio, Lívia e Tâmara, e pela esposa Marillac).

OBSERVAÇÃO DO BLOG RHCG:

O homenageado não é mais candidato a nenhum cargo político

1 Comment

  1. Jerônimo Bento de Melo on 22 de agosto de 2010 18:19

    Belo cordel! José Laurentino é mesmo um mestre. Tive o prazer de vê-lo a fazer dupla com o também mestre Amazan quando gravavam juntos o programa televisivo "Sala de Reboco"

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br