Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Tereza Braga - Acervo: DB

Que falta nos faz um acervo digitalizado do Diário da Borborema! A imprensa imediatista dos Blogs e Portais não se dispõem a realizar buscas em acervos físicos e um banco de dados digitalizado é imprenscindível nos dias de hoje!

Esta semana faleceu em Natal-RN a advogada campinense Tereza Braga, suplente de vereadora que assumiu período Legislativo durante a 9ª Legislatura da CMCG, na Década de 1980 e nenhum dos sites de notícias conseguiu ilustrar suas notícias do fato com uma foto sequer da combativa advogada.

Tereza Braga teve atuação digna de nota com suas denúncias durante o processo de apuração dos fatos relacionados ao grupo de extermínio 'Mão Branca', em Campina Grande, quando fez parte da Comissão de Justiça e Paz, indicada pela Diocese na pessoa do Bispo Dom Manoel Pereira.

A advogada Tereza Braga lutava contra um câncer e faleceu aos 77 anos, seu corpo fora cremado na ultima quinta-feira, 16/02, no Cemitério Morada da Paz, em Natal-RN.

Seu falecimento foi noticiado e levado ao plenário da Câmara Municipal de Campina Grande, que prestou-lhe uma breve homenagem com um minuto de silêncio na Sessão Ordinária dessa quinta-feira, 16/02.

Tereza Braga - Acervo DB

2 comentários

  1. Anônimo on 22 de fevereiro de 2017 15:01

    Mulher corajosa,como defensora dos direitos humanos enfrentou com altivez(em plena ditadura militar)o esquadrão da morte local("Mão Branca")tendo recebido ameaças de morte e até uma bomba jogaram na casa dela lá no Catolé.
    Combatendo o bom combate, venceu o mal.A gang que formava o esquadrão foi, presa, julgada e condenada.
    Vai deixar muita saudade a grande guerreira!

     
  2. nacional açāo patriótica on 4 de maio de 2018 18:11

     #nacionalacaopatriotica
    -
    compartilhe e divulgue essa
              mensagem da nacionalaçāopatriótica
    nos dizem sobre globalizaçāo mas na esfera de municipios que outrora em outros tempos foram catalisadores do desenvolvimento hoje sendo espectadores ja que no mundo atual desse agronegócio cosmopolita a pequena cidade pós-exôdo rural sofre com a globalizaçāo ,o que eu venho nāo com um mero texto mostrar o que todos sabem mais indicar um caminho muito superior a agricultura familiar ou essa infâme  vulgarizada concepçāo de reforma agrária dois conceitos corrompidos ,caminho que lhes digo tampoco é o cooperativismo e sim a luta em nāo necessitar de investimento estrangeiro ou sobreviver da ajuda da Uniāo,o que defendo que as escolas sejam fábricas de gênios e que produzam arte e ciencia com lucro,que todo municipe possa trabalhar em uma fábrica ou empresa em seu tempo livre e tenha parte em seu lucro ,nāo queremos apenas microcrédito ,queremos gerar nosso proprio crédito, e por fim á licitações com empresas de outras cidades ou seja lucro ou receita deve permanecer localmente,o ESTADO É SAGRADO mais do que a exequibilidade ,nenhum governo deve viver com déficit e somente nascera um bom governo com um Orçamento feito por idealistas que semeiam uma cidade plena de trabalhadores e intelectuais 






     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br