Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Assis Paraíba (Foto: DB)
A postagem de hoje é para os “raposeiros”. Em 1988, o Campinense Clube já estava com um jejum de sete temporadas sem títulos paraibanos. A equipe “Cartola” resolveu contratar alguns craques consagrados do futebol nordestino, a exemplo de Assis Paraíba e Hélio Show. Sua gloriosa torcida “respirava” esperança e motivação.

Foi com este panorama, que a equipe “rubro-negra” estreou no Campeonato Paraibano de 1988, mais precisamente no dia 21 de fevereiro. O jogo do Campinense foi no Estádio Amigão, contra a equipe do Esporte de Patos. A “Raposa” ganharia por 2 a 0, com gols de Assis Paraíba e Almir. Era um começo promissor, pois todos esperavam que o Campinense fosse atropelar os adversários naquele ano, porém, nem Assis Paraíba, nem Hélio Show eram mais os mesmos de outrora.

Fonte: Diário da Borborema

Felizmente, graças ao programa “Reminiscências” da Rádio Caturité, recuperamos abaixo os gols da partida contra o  Esporte. Com a narração de Rostand Lucena, filho do saudoso Joselito Lucena, no áudio se pode escutar ainda os comentários do grande Humberto de Campos, além de uma curiosa intervenção de Abílio José, apresentador da TV Borborema, que na época era repórter de campo da Rádio Borborema, hoje Rádio Clube. Sem perder mais tempo, escutem o áudio:



O Campinense Clube não viria a ser o campeão estadual de 1988, título que ficaria com o Botafogo de João Pessoa, mas começava ali, a recuperação da tradicional equipe de Campina Grande, que em 1991, finalmente quebraria o tabu de títulos.

1 Comment

  1. João S. Araujo(banza) on 5 de agosto de 2011 19:11

    Que emocionante poder ouvir o grande Humberto de Campos e o repórter Abílio José,tempos em que o jornalismo esportivo campinense nos dava prazer de acompanhar futebol no radio.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br