Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Uma das notícias mais tristes até agora postada aqui no "RHCG":


Fonte:

TV Itararé (http://www.youtube.com/user/itararecgcultura)


7 comentários

  1. Emmanuel do N. Sousa on 18 de maio de 2011 10:34

    O Ypiranga já estava ali quando estes vizinhos chegaram para morar em sua circunvizihança... O Clube Ypiranga é maior que td essa celeuma provocada por alguns vizinhos que, com certeza, só se preocupam com seus próprios umbigos!
    Porjeto Acústico em um imóvel com 80 anos de construído?! É uma piada!
    Me emocionei com a reportagem, assim como sei que os campinenses que amam essa terra tb.
    Mais uma página da nossa História rasgada do grande livro das nossas memórias.

     
  2. Anônimo on 18 de maio de 2011 13:17

    O Ypiranga presta um serviço social, ao dar divertimento as pessoas da terceira idade.

     
  3. Jobedis Magno de Brito Neves on 18 de maio de 2011 16:25

    Porque o Clube Ipiranga (o mais antigo clube social e popular em atividade da cidade) e a vizinhança desafinaram? Porque o clube fechou suas portas? aliás, porque a justiça fechou o recinto, acatando ação do ministério público através do abaixo assinado pela vizinhança que não suportava mais o índice de decibéis emitidos pelo antigo clube com mais de 80 anos de tradição. Será que a vizinhança tem razão e o barulho era insuportável? e a nossa cultura onde fica diante de tudo isso? Realmente é uma vergonha para nós. As autoridades responsáveis deveriam fazer alguma coisa para não deixar isso acontecer. É algo muito vergonhoso.
    O ministério público e a prefeitura poderiam tomar uma providencia no sentido de que o imóvel fosse reformado, constando desta reforma, um isolamento acústico que proporcionasse reais condições para as festas de tão tradicional clube não fechasse suas portas e gerando com isto as conseqüencias (pois é incontestável o valor cultural e social que o Ipiranga desempenha na nossa cidade. Enquanto permanece o impasse poderíamos lançar uma campanha para salvar o clube deste fechamento inaceitável. Agindo assim sensibilizaria a população campinense e o poder público, para a máxima de que “cultura é preciso” e por isto, o clube não pode fechar. Estes vizinhos do Clube Ipiranga deviam saber e ter mais compreensão pois muito antes deles chegarem por ali o clube já existia naquele local.

     
  4. Rodrigo Fernandes on 19 de maio de 2011 00:54

    Deve haver algum tipo de lei que proteja a cultura da cidade. Talvez ela deva checar se existe algum meio legal de reclamar direitos sobre o clube. É uma atrocidade ver que essa historia se perde a cada geraçao que se passa aqui em Campina.

     
  5. Napoleão Brito on 19 de maio de 2011 07:44

    Com o fechamento do Ypiranga lá se vai um pouco da história de Campina.

     
  6. Andreia on 22 de maio de 2011 16:50

    Isso é uma vergonha! só fecham clubes de gente humilde, que se diverte com pouco dinheiro. Kd que fecham clubes elitistas como o campestre...

     
  7. Anônimo on 1 de outubro de 2012 18:18

    Concordo que o Ipiranga exixtia antes da sua vizinhaça,direito adquirido,Até porque nunca ouvi noticias de baderna no Ipiranga,nunca enterei lá,mas não queria o seu fim.Era um clube popular e familiar.Pior são esses carros que andam com som alto e de mau gosto.É o começo do fim,só faltam aterrarem o Açude Velho.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br