Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

A foto abaixo nos foi enviada por Welton Souto Fernandes. Trata-se do prédio onde no passado foi sediada a “Sociedade Beneficente dos Artistas de Campina Grande – SBA”.


A organização foi fundada em 26 de fevereiro de 1929. Pouco tempo depois, o prédio da imagem acima seria construído na antiga Avenida Brandão Cavalcanti, 404 (hoje Avenida Getúlio Vargas no Centro), através do trabalho gratuito de operários, que iriam usufruir dos benefícios da instituição.

A sociedade de cunho filantrópico foi originada da antiga “União Beneficente dos Sapateiros”, que oferecia cursos profissionalizantes para as pessoas de baixo poder aquisitivo da primeira metade do século passado.

A instituição fechou as portas na década de 60, por não receber dos órgãos públicos à ajuda necessária para sua manutenção.

O prédio a partir de então, seria arrendado para diversos fins, como comércio, educação etc. A exemplo disso, se nossos leitores observarem bem a foto, podem visualizar o nome “EPUC”, o antecessor do famoso “CPUC”, que marcou várias gerações de estudantes em nossa cidade.

Como ocorreu por várias vezes em Campina Grande, o patrimônio histórico não foi respeitado e a edificação acabou sendo demolida, fato ocorrido durante um carnaval passado, portanto, às “escondidas”. Hoje o local serve como estacionamento. Uma pena...

Fontes Utilizadas:

-http://www.aplm.xpg.com.br/pedrodaragao.htm
-Datas Campinenses – Epaminondas Câmara – RG Editora e Gráfica - 1998

4 comentários

  1. mario vinicius on 26 de abril de 2011 08:59

    Recordo bem da cena: na sexta-feira de carnaval, eu passei em frente ao prédio admirando a sua beleza. No domingo, quando seguia para uma das palestras da Nova Consciência, avistei apenas o terreno ! Até o entulho já fora removido ! Não recordo de ter tido impacto maior na minha vida do que o que senti naquele momento...

     
  2. Jônatas Rodrigues Pereira on 27 de abril de 2011 19:22

    Éum verdadeiro crime o que fizeram e fazem com os nossos prédios históricos. Infelizmente este e tantos outros sucunbiram com a ingnorancia de muitos.

     
  3. gustavo ribeiro on 27 de abril de 2011 21:10

    Nesse prédio, que ficava ao lado do PIO XI, onde fiz em 1976 o primeiro ano científico, funcionava o "cursinho" EPUC da professora Yara Macêdo.

     
  4. Walmir Chaves on 29 de maio de 2016 15:05

    Acho que foi no ano 1966 quando eu assisti aulas de francés, com um professor originario daquele país numa sala desse edificio...

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br