Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

A imagem de hoje infelizmente não tem o seu ano respectivo. Todavia é um grande registro histórico. A foto é da antiga "Rua da Emboca", hoje rua Peregrino de Carvalho, localizada no centro de nossa cidade.



A rua Peregrino de Carvalho também foi conhecida em tempos remotos, por Rua Nova. Era bastante utilizada como rota de passagem de animais.

Foi rebatizada de Peregrino de Carvalho, em função de homenagem a José Peregrino Xavier de Carvalho, militar, que foi um dos combatentes da Revolução de 1817, que envolveu Estados nordestinos, como Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

ATUALIZAÇÃO:

Recebemos uma nova versão da foto da Rua da Emboca, cedida por Welton Souto Fontes: "Vendo o blog, percebi que a foto da rua do Emboca além de estar invertida, não está com boa qualidade. Me lembrei que tinha uma cópia aqui que foi retirada do livro de Cristino Pimentel".

 

7 comentários

  1. giuseppedeoliveira on 14 de janeiro de 2011 17:46

    A rua do Emboca, também foi endereço do baixo meretrício campinense durante a respectiva época, meados dos anos de 1910-1920. Maiores informações, consultar o Doce veneno da noite da historiadora campinense Uelba Nascimento.

     
  2. mario vinicius on 15 de janeiro de 2011 12:52

    Só uma retificação: a revolução foi em 1817.

     
  3. H. Racine on 15 de janeiro de 2011 15:25

    Acredito que a revelação desta foto está ao contrário do negativo!!! É que na realidade, as duas casas do 1º plano milagrosamente ainda existem e a segunda encontra-se do lado direito da 1ª casa e não da forma que é mostrada na foto.

     
  4. Adriano on 15 de janeiro de 2011 17:16

    Retificado professor, obrigado.

     
  5. giuseppedeoliveira on 16 de janeiro de 2011 12:47

    Ainda sobre a revolução de 1817, vale a pena lembrar que Frei Caneca, também teve participação no movimento. Em 1821, o ilustre revolucionário fora preso na antiga cadeia pública de Campina Grande. O prédio ainda se encontra de pé, e hoje, é sede do nosso Museu Histórico, localizado na av. Floriano Peixoto, em frente a Cadetral de Nossa Sra. da Conceição.

     
  6. maniaco_da_camera on 17 de janeiro de 2011 15:34

    essas duas casas do 1° plano que o colega h racine comentou com certeza será locação das minhas filmagens no futuro

     
  7. giuseppedeoliveira on 18 de janeiro de 2011 09:23

    A perspectiva é como se vc viesse voltando da rodoviária velha e seguindo em direção à feirinha de frutas.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br