Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


O Colaborador Jônatas Rodrigues nos envia mais uma montagem que produzida através do programa GOOGLE SKETCHUP 8. Desta vez são os prédios iniciais da ROVSA (Refinaria de Óleos Vegetais S.A.) construídos em 1948, quando a usina estava iniciando sua produção, contendo poucas instalações industriais (apenas a fábrica principal, dois galpões e o prédio do escritório). 

Localizada na Avenida Portugal, Bairro de Bodocongó, a empresa foi fundada em 1948, pela iniciativa empresarial de um sertanejo de Cajazeiras, o Dr. Clóvis Matos Sá. O Dr. Clóvis introduziu uma grande usina, com maquinário moderno para produzir o famoso sabão "POTY" e o óleo de semente de algodão "BEIJA-FLOR". Nos anos cinquenta a referida usina foi ampliada, sendo construído novos galpões e máquinas para desdobrar glicerina para fins industriais. 

Em 1960, graças ao levantamento de novos recursos, a ROVSA adquiriu uma moderna máquina para refinar óleo de caroço de algodão dando início ao famoso óleo "DONDON". 

Atualmente a velha usina está em fase de transferência, para futuras instalações no Distrito Industrial, e sua área servirá para as instalações de um futuro shopping center.

8 comentários

  1. Jônatas Rodrigues Pereira on 11 de dezembro de 2013 09:34

    Infelizmente o prédio da ROVSA vai deixar de existir para construír um shopping, que acredito será inviável pela sua localidade e distância.

     
  2. Anônimo on 11 de dezembro de 2013 10:46

    Se um shopping instalado no local da antiga ROVSA é inviável, o que podemos dizer do famigerado RodoShop na BR-230? Aquilo não se tornara uma elefante branco, e sim um Elefante Negro na economia da Paraiba. A farra com dinheiro alheio é uma beleza.....

     
  3. Monte Alverne Sampaio Sampaio on 11 de dezembro de 2013 11:03

    Até onde eu sei esta empresa há alguns anos era da familia Gadelha..

     
  4. Anônimo on 13 de dezembro de 2013 10:31

    "Será inviável pela sua localidade e distância"??? Distância em relação a quê, Jônatas Rodrigues? Não sei se você tem conhecimento, mas nas proximidades do futuro shopping há APENAS as duas grandes Universidades de Campina: UEPB e UFCG, além de vários condomínios residenciais. Sem contar que o local fica a poucos minutos do centro da cidade. Só posso dar meus PARABÉNS ao visionário q teve a grande ideia de construir algo deste porte neste local q está cada vez mais se desenvolvendo.

     
  5. Jônatas Rodrigues Pereira on 14 de dezembro de 2013 09:27

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  6. Jônatas Rodrigues Pereira on 14 de dezembro de 2013 09:29

    É meu caro "Anonimo", só o tempo dirá se estou certo ou errado. Se tiver segurança para todos os frequentadores principalmente na área externa (pátio e parada de ônibus), deste futuro shopping, já que na UEPB (próximo a ROVSA, por sinal) a segurança dos alunos, principalmente na área externa é pífia. Você me dirá futuramente se estou certo ou errado.

     
  7. Anônimo on 19 de dezembro de 2013 15:48

    Eu só acho q para "ter segurança para todos os frequentadores" esse Centro Comercial teria q ser construído em outra cidade, ou melhor, em outro país! Concordo com vc em relação a questão da segurança mas tem certeza que os visitantes estariam seguros caso ele fosse construído em outro local? ...As paradas de ônibus do Boulevard, por exemplo, são super seguras, não é?

     
  8. Anônimo on 24 de abril de 2014 15:02

    Clovis Matos de Sá foi meu primeiro patrão.

    Aprendi muito com ele.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br