Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Na imagem acima, de autoria do foto-documentarista José Cacho, vemos uma belíssima tomada da Rua Vidal de Negreiros, com destaques à Primeira Igreja Batista (inaugurada em 1922), ao fundo o Açude Velho em sua antiga expansão, o imóvel comercial à direita onde hoje funciona a tradicional lanchonete 'Mundo dos Sucos' e, ao centro, o banheiro público existente na 'quina de área' hoje ocupada pela Praça Clementino Procópio.

8 comentários

  1. Kehrle on 25 de novembro de 2014 09:33

    Hoje em dia fotografar é algo comum...qualquer aparelho eletrônico traz embutido uma máquina fotográfica.

    Entretanto, o olhar crítico e a percepção de congelar um momento para fazer história é para poucos!

    Este é um registro que nos faz viajar no tempo...tempo que não volta mais.

    Que legado histórico nos deixou José Cacho. Um visionário...um homem que viveu à frente do seu tempo. Amou Campina de forma incondicional...


    Saudades do meu avô.

     
  2. Anônimo on 25 de novembro de 2014 17:32

    Belíssima foto. Ao que parece, estavam fazendo o calçamento da rua da Floresta. É interessante ver que a área urbana acabava por ali mesmo, bem próximo ao centro da cidade.

     
  3. Edmilson Rodrigues do Ó on 30 de novembro de 2014 20:31

    Mais uma bela imagem colhida pela câmera do José Cacho, um dos mais saudosistas fotógrafos que eu conheci. No canto inferior esquerdo foto nota-se perfeitamente tal como ainda é até hoje, a casa de número 32 na qual residia o senhor Bêda Vale considerado talvez o maior artífice em ouriversaria da nossa Campina Grande

     
  4. Edmilson Rodrigues do Ó on 30 de novembro de 2014 20:33

    Mais uma bela imagem colhida pela câmera do José Cacho, um dos mais saudosistas fotógrafos que eu conheci. No canto inferior esquerdo foto nota-se perfeitamente tal como ainda é até hoje, a casa de número 32 na qual residia o senhor Bêda Vale considerado talvez o maior artífice em ouriversaria da nossa Campina Grande

     
  5. MAERSON MEIRA on 25 de fevereiro de 2015 14:21

    Caro Edmilson,
    a casa que você se refere nº 32 do senhor Bêda Vale, seria o pai de "Oziel ou Uziel do Vale? Nasci na Vidal de Negreiros lá em baixo da rua na casa que faz esquina com a João da Mata, em frente onde hoje é a pracinha da Maçonaria, onde funcionou durante quase quarenta anos "A casa Forte: mercearia do meu pai Gerson Meira.

     
  6. Edmilson Rodrigues do Ó on 4 de fevereiro de 2016 16:19

    Prezado Maerson;

    É isto mesmo; confirmo a sua informação. Conhecí demais "A Casa Forte"! Indo dela em direção a Praça Antonio Pessoa, do mesmo lado, residia na época um grande amigo meu além de colega radioamador, o professor Perseu Dantas que era também executivo de carreira do Banco do Brasil.

     
  7. MAERSON MEIRA on 25 de janeiro de 2017 13:46

    Edmilson do Ó, Você é parente de Dr. Luiz Carlos Gomes do Ó, Dentista? Que também morava e tem, ainda hoje seu consultori odontológico quase vizinho ao antigo hotel Ouro Branco.
    Pois é, Sr. Perseu, esposo de D. Nicinha, pais de Orlando e Cleper,conceituado fotografo da cidade. Gente das melhores qualidades.

     
  8. Anônimo on 13 de fevereiro de 2017 08:16

    A informação da inauguração da 1ª Igreja Batista de Campina Grande está equivocada... Ela foi inaugurada no ano de 1922, e não 1932...

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br