Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Em 1958 Campina Grande passou a constar das estatísticas dos acidentes aéreos com a lastimável queda do avião bimotor do Loide Aéreo Brasileiro, de prefixo PP-LDX, que transportava 40 passageiros e 05 tripulantes. A aeronave, voo 652,  quando tentava pousar no Aeroporto João Suassuna, na noite chuvosa da sexta-feira dia 05 de Setembro, chocou-se com um morro nas proximidades do Serrotão.

O Jornal O Globo noticiou, no dia seguinte o fato ocorrido, que vitimou (entre outros) o industrial campinense Iremar Villarim. 

Para ler a matéria, cliquem na imagem para ampliá-la!


Outro periódico jornalístico que destacou o acidente foi o 'Jornal do Brasil', em sua edição de 07 de Setembro de 1958, com a seguinte nota:


Entre os 40 passageiros vitimados estava o ainda anônimo Renato Aragão, como constatou o Diário da Borborema. Aragão deu depoimento retratando o ocorrido em uma das produções especiais da Rede Globo no ano de 2010.



Para saber mais detalhes sobre o acidente, CLIQUE AQUI e seja direcionado para outra postagem.

Parte da fuselagem do Loide Brasileiro PP-LDX

2 comentários

  1. Johan c silveira on 30 de novembro de 2016 10:01

    Morava em Campina Grande na época deste acidente, era muito criança masme lembro bem de alguém conseguir um caminhão e irmos ver o acidente. Morava na época do Bairro da Conceição. Chegando lá já havia um grande alvoroço. o acidente tinha ocorrido na noite passada. A policia proibia a aproximação de todos os curiosos. Soube depois que pessoas da redondesa haviam pilhado as vitimas. Roubado os mortos e levado o que encontram de valor!! Pasmen!! Muito tempo depois soube que Renato Aragão era um dos passageiros! Entre outros.

     
  2. Marshal lion on 2 de dezembro de 2016 21:39

    Meu falecido Avô, na época com 12 anos de idade, saiu do bairro do Jeremias até o local do acidente, acompanhando uma multidão que seguia para bodocongó. Em meio ao tumulto ele disse ter encontrado um revólver, possivelmente de algum policial, ao desfilar com ele na mão, foi rebatido alguém do exército, assim disse ele. O mesmo havia saído para comprar farinha e carne, voltando apenas no outro dia, ao chegar na mercearia encontrou o dinheiro dentro da lata no balcão onde havia deixado no dia anterior, o fato le rendeu uma boa surra do meu bisavô. Meu Avô que foi o único pai que conheci, me contava sempre essas histórias. Morreu aos 65 anos em 2012, foi uma das testemunhas desse acidente!

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br