Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Vergniaud Wanderley nasceu em Campina Grande (PB) no dia 11 de agosto de 1905, filho de Vigolvino Permínio Monteiro Wanderley e de Maria Augusta Borborema Wanderley.

Estudou no Liceu Paraibano e formou-se em dezembro de 1929, pela Faculdade de Direito de Recife.

Promotor público e juiz de direito em Blumenau (SC) de agosto de 1930 a 1935, atuou em seguida como chefe de polícia e secretário interino da Produção, Comércio, Viação e Obras Públicas da Paraíba. Ocupou, de 1935 a 1937, o cargo de prefeito de Campina Grande, ao qual retornou em 1940, exercendo-o até 1945. Sua administração municipal resultou na mais polêmica obra de re-estruturação urbanística que nossa cidade já constatou, realinhando ruas e alargando avenidas no Centro do Município promovendo, inclusive, a demolição de prédios e monumentos Históricos, hoje só conhecidos por fotos.

Após a extinção do Estado Novo (1937-1945), elegeu-se em dezembro de 1945 senador pela Paraíba à Assembléia Nacional Constituinte na legenda da União Democrática Nacional (UDN). Empossado em fevereiro de 1946, participou dos trabalhos constituintes e, após a promulgação da nova Carta (18/9/1946), permaneceu no exercício do mandato durante a legislatura ordinária que se seguiu, integrando a Comissão de Constituição e Justiça do Senado e a Comissão Especial de Inquérito sobre a Indústria Têxtil. Em 1947, votou contra a cassação dos mandatos dos parlamentares comunistas, após a suspensão da legalidade do Partido Comunista Brasileiro — então Partido Comunista do Brasil (PCB) — em inícios desse mesmo ano. A medida, proposta pelo senador Ivo d’Aquino, acabou sendo aprovada no Senado em 1948.

Nomeado ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) em dezembro de 1951, Vergniaud Wanderley renunciou ao mandato no mês seguinte, em janeiro de 1952, quando assumiu sua função de magistrado. Presidiu o TCU em 1957 e de 1962 a 1964. Aposentou-se como ministro em agosto de 1975.

Era casado com Maria Teresa Saraiva Wanderley.

Wanderley faleceu no Rio de Janeiro no dia 20 de novembro de 1986.

Uma das nossas primeiras postagens neste Blog foi a transcrição de uma das últimas entrevistas concedidas pelo ex-prefeito ao Diário da Borborema, CLIQUE AQUI para conferir.

Fonte Consultada: http://cpdoc.fgv.br
Foto: (in) "Lutas de Vida e de Morte" Josué Silvestre

1 Comment

  1. Caяoℓ Łeaℓ on 15 de novembro de 2010 22:55

    Seu Blog ta muito legal, parabéns! Mas que tal colocar seu blog com dominio proprio, muito mais facil das pessoas aprenderem seu endereço. Caso tenha interesse entre em contato conosco pelo endereço www.carolleal.com.br.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br