Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Elpídio Josué de Almeida nasceu em Areia (PB) em 1º de setembro de 1893, filho de Rufino Augusto de Almeida e de Adelaide de Almeida.

Cursou o Colégio Pio X na cidade da Paraíba, atual João Pessoa. Transferindo-se para o Rio de Janeiro, ingressou na Faculdade de Medicina, diplomando-se em 1918.

Integrou o Conselho Municipal de Campina Grande (PB) de 1929 a 1930 e o comitê de apoio ao programa da Aliança Liberal. Deixou o cargo de conselheiro após a vitória da Revolução de 1930, quando foram extintos os mandatos parlamentares de todos os níveis no país.

Com a redemocratização após a queda do Estado Novo (1937-1945) e o surgimento de novas agremiações, filiou-se ao Partido Libertador (PL). Foi eleito prefeito de Campina Grande no pleito suplementar de janeiro de 1947, exercendo o mandato até 1950. Desincompatibilizou-se para concorrer à Câmara pela Coligação Democrática Paraibana, formada pelo PL e pelo Partido Social Democrático (PSD). No pleito suplementar de março de 1951 elegeu-se deputado federal, com 17.283 votos, o segundo mais votado da coligação e do estado. Assumiu em setembro.

Em outubro de 1954 voltou a se eleger prefeito de Campina Grande. Exerceu o mandato até 1959. Desincompatibilizou-se e voltou a se candidatar a deputado federal pelo PL em outubro desse ano, mas não conseguiu se eleger. Dedicou-se, a partir de então, à medicina.

Era casado com Adalgisa Almeida, com quem teve quatro filhos, dois dos quais, Orlando e Antônio Almeida, foram deputados estaduais na Paraíba.

Publicou "Esquistossomose mansônica", sua tese de doutorado além do raríssimo "História de Campina Grande", em 1962, como membro do Instituto Histórico e Geográfico da Paraíba.

Elpídio de Almeida faleceu em Campina Grande em 26 de março de 1971.

Várias são as homenagens pelo seu importante papel desenvolvido na nossa cidade, à exemplo da Maternidade Pública Municipal que leva seu nome (ISEA: Instituto de Saúde Elpídio de Almeida), além do "viaduto" construído na Av. Floriano Peixoto.

Fonte Consultada: http://cpdoc.fgv.br
Foto: (in) "Lutas de Vida e de Morte" Josué Silvestre

1 Comment

  1. mario vinicius on 14 de novembro de 2010 10:26

    Somente uma correção: Elpídio de Almeida exerceu o mandato como prefeito até 1959, pois neste ano foi eleito Severino Cabral, que seria prefeito de Campina Grande até 1963.

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br