Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Neste cartão de 'Boas Festas e Feliz Ano Novo', o Foto Vilar desejava aos seus clientes e amigos a cortesia dos votos de felicitações pelo encerramento do ano de 1952 e, obviamente, o advento do ano de 1953.

Ampliando a foto é possível identificar alguns aspectos urbanísticos presentes no mosaico fotográfico utilizado para preencher a arte da imagem: Correios (com o busto de José Américo à sua frente), Convento São Francisco, Prefeitura Municipal, Açude Novo (quando era açude), Pç. Clementino Procópio, entre outros.

Esta é mais uma raridade do acervo da Sra. Maria Iná Matos Nogueira, nos enviada por Gabriela do Ó, Colaboradora da História junto ao Blog Retalhos Históricos de Campina Grande.

6 comentários

  1. H. Racine on 1 de setembro de 2012 10:31

    Só uma correção: O Convento visto é o de São Francisco no bairro da Conceição e não o Ipuarana.

     
  2. Anônimo on 1 de setembro de 2012 14:18

    Achei criativo o cartão!

     
  3. Mario Vinícius on 1 de setembro de 2012 15:24

    Segundo informações que obrtive, o busto era do Ministro José Américo de Almeida.

     
  4. Anônimo on 2 de setembro de 2012 05:12

    Ninguém se lembra e tem uma foto da "Emprêsa da Luz"? ( assim dizia o povo)
    Estava no lugar do Pôsto Esso, detrás do Grande Hotel/Prefeitura...Tenho na mente as imagens dessa emprêsa e do Correio velho como o centro da Campina que eu via sendo quase um bebê nos braços do meu pai. Sinto uma rara emoção vendo a foto do Correio antigo...OBRIGADO!

     
  5. Edmilson Rodrigues do Ó on 2 de setembro de 2012 19:18

    No final do ano de 1952 e no inicio de 1953 eu morava na Rua do Lapa atual Rua Epitácio Pessoa quase esquina com a rua João da Silva Pimentel exatamente em frente ao Convento de São Francisco. A área compreendida entre as Ruas Epitacio Pessoa e São Francisco de Assis era coberta por um matagal rasteiro, cercada com arame farpado e uma cerca de avelós, cortada longitudinalmente por um riacho periódico e alguns trabalhadores cultivavam a área que na época era de propriedade do sr. Manoel Sérgio de Oliveira. Já existia naquela época várias casas construidas ao redor do Convento. Pelo ângulo, me parece que a foto foi feita na direção sudeste para noroeste, ou seja, da esquina do cruzamento das ruas Frei Martino com Manoel Sergio de Oliveira.

     
  6. CENSURADO AGAIN on 20 de dezembro de 2016 14:24

    BELA EPOCA O OCIDENTE AINDA O ERA

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br