Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?

Cássio Cunha Lima,
quando candidato a
Deputado Federal
Entre a eleição de Ronaldo Cunha Lima em 1982 e a expectativa do término de seu mandato, muito se especulou em Campina Grande de quem poderia ser seu candidato, já que naquela época o instituto da reeleição não fazia parte da lei eleitoral brasileira. Depois de vários debates, o escolhido do PMDB seria nada mais, nada menos do que seu filho Cássio Cunha Lima (através de uma brecha na legislação vigente), que disputaria com os ex-prefeitos Enivaldo Ribeiro e Williams Arruda; com o visionário Edvaldo do Ó e com o advogado Jairo Oliveira, quem comandaria os destinos de Campina Grande nos anos que se seguiriam.

Como sabemos, a vitória coube a Cássio Cunha Lima e através dos recortes dos jornais da época (Diário da Borborema e Jornal da Paraíba), alguns do arquivo do blog “RHCG” e outros que nos foram cedidos por José Ezequiel, criador do blog Tataguaçu (http://tataguassu.blogspot.com/), relembraremos principalmente a caminhada do hoje senador Cássio, na primeira de suas três vitórias em eleições majoritárias como prefeito de Campina Grande. Portanto, retornemos a 1988:

01. Reportagem sobre a escolha de Cássio e Tico Lira, candidato a prefeito e vice-prefeito pelo PMDB, evento ocorrido no antigo “Clube das Acácias” (Cliquem para ampliar):


02. Em 1988, ainda eram permitidos os chamados “showmícios”, que atraiam verdadeiras multidões. Os jornais da época registraram estes eventos (Cliquem para ampliar):



03. No dia seguinte as eleições (realizadas em apenas 1 turno), os jornais de Campina publicaram notícias sobre as votações. Lembrem-se que naquela época, os resultados oficiais demoravam a sair, já que o voto ainda eram nas antigas cédulas de votação (Cliquem para ampliar):


04. Cássio Cunha Lima e Tico Lira foram eleitos, respectivamente, prefeito e vice-prefeito de Campina Grande:

Francisco Lira e Cássio Cunha Lima

05. A posse do prefeito Cássio Cunha Lima também foi o foco das publicações existentes em Campina Grande:





06. A imagem a seguir, retrata o prefeito Cássio Cunha Lima empossando seus secretários:


O blog RHCG ao longo de sua existência, ainda pretende contar a história e a biografia de várias eleições e prefeitos. Com o passar do tempo, iremos catalogando informações e no seu devido tempo, relembraremos mais fatos políticos. Contamos com as colaborações de nossos amigos do blog.

Fontes Utilizadas:


-Diário da Borborema (Acervo)
-Jornal da Paraíba (Acervo)

4 comentários

  1. Anônimo on 18 de março de 2012 13:44

    Cássio tinha cara de menino, por isso foi chamado o menino de Ronaldo.

     
  2. Duílio on 19 de março de 2012 09:20

    Na constituinte de 1988 foi parida as tais Disposições Transitórias. Lei, COM VALIDADE APENAS PARA UMA ELEIÇÃO, que permitia esposa suceder marido e filho suceder pai. Foi esse casuísmo absurdo que possibilitou o registro da candidatura de Cássio Cunha Lima.

     
  3. Anônimo on 21 de março de 2012 20:34

    Cássio é sortudo mesmo, foi eleito após o pai e depois criaram a reeleição em 1998, embora a reeleição atrapalhaou a sua candidatura ao governo do estado em 98.

     
  4. joadir da silva silva on 4 de julho de 2014 18:47

    não muito tempo depois Tico Lira que era vice prefeito de Cassio, rompe com cunha lima e como resultado te vi todo seu assessorado exonerado do cargo inclusive o jornalista helder moura que era chefe de gabinete do vice prefeito, estava recém casado e sua esposa se encontrava grávida e tinha financiado um apartamento e pagando as parcelas e perdeu o emprego por esse motivo acredito que o jornalista tenha tanto ódio e não podia ser para menos de Cassio, pois cássio cunha lima prejudicou não só o jornalista como toda a sua família com a postura que tomo, fez a mesma situação que ricardo coutinho contra os aliados que o abandonam!

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br