Serviço de Utilidade Pública - Lei Municipal nº 5096/2011 de 24 de Novembro de 2011
Criado por Adriano Araújo e Emmanuel Sousa
retalhoscg@hotmail.com

QUAL ASSUNTO VOCÊ ESTÁ PROCURANDO?


Existe uma máxima do nosso folclore local sobre a possibilidade de se encontrar de tudo no Bairro de José Pinheiro, onde o exagero da ironia diz que “lá se fabrica até avião”.

Pois bem, Campina Grande em sua rota geográfica de acesso ao Sertão do Estado, teve sua ‘participação’ na Revolta de Princesa (1929) como local onde fora fabricado um carro-tanque para atuar no avanço das tropas do Governo do Estado no ataque à cidade de Princesa Isabel, no confronto particular entre o ex-presidente João Pessoa e o líder político local Cel. José Pereira.

O tanque seria uma espécie de ‘Caveirão’ utilizado pelo BOPE da PM do Rio de Janeiro, o qual proporcionaria a entrada da esquadra estadual com segurança por entre as forças do Cel. Zé Pereira, equipadas com forte e moderno equipamento militar!

A foto acima registra o dia em que a encomenda  fora entregue, enviado imediatamente à zona de combate. Porém, no caminho, o veículo enguiçou e nenhum esforço o fez seguir seu destino e o mesmo retornou rebocado para Campina Grande, tendo sua eficiência desacreditada e, portanto, nunca utilizado para os fins desejados.

Fonte Consultada:
Anuário Campina Grande, 1982

11 comentários

  1. Anônimo on 3 de fevereiro de 2012 22:24

    Que bela presepada beligerante dos campinenses de outrora.
    E o caminhão é um GMC.

     
  2. Pscicólig on 22 de janeiro de 2014 21:47

    Caros amigos !! vcs tem outras fofos desse blindado ???
    Isso é uma maravilha para o Brazil. na época.
    E Principalmente para o estado.
    Desde já obrigado pela atenção.
    Sou escritor do livro " 1932 São Paulo a Maquina de Guerra " , é um livro que fala das armas fabricadas em São Paulo na Revolução constitucionalista, com muitas fotos. dos blindados, E a Minha surpresa foi ver esse caminhão fabricado blindado de Campina Grande.

     
  3. Fernando Hernandez da Silva on 7 de abril de 2014 13:52

    Tenho um amigo que ficou muito interessado em saber que modelo da GMC seria esse caminhão. Alguém saberia informar? (fernandohernandez.s@hotmail.com) Grato!

     
  4. Pscicólig on 26 de novembro de 2014 11:33

    Caros amigos voces teriam outras fotos desse blindado fabricado ai em Campina Grande ?? ou alguem que eu poderia me informar se h';a outras fotos desse caminháo ??
    Obrigado.
    Marinhjo Monteiro. ( e-mail- prmarinho47@gmail.com ) , se possivel me infor mar .. Grato!!
    Desde Sáo Poaulo Capital.Eu sou autor do livro 1932 a maquina de Gurra ...

     
  5. Mário Vinícius on 5 de dezembro de 2014 13:15

    Segundo já li, o caminhão era tão pesado que não subia rampas a partir de determinado ângulo. Por outro lado, só conheço mesmo esta foto.

     
  6. Anônimo on 5 de dezembro de 2014 13:17

    O "engenheiro" dessa engenhoca bélica foi o grande Duca Paulino.
    Pesando algumas toneladas, a blindagem impediu o velho GMC de subir a ladeira do serrotão (Bodocongó). Fumaçando tal e qual uma locomotiva do velho oeste americano, o "tanque de guerra" foi rebocado de volta para Campina e nunca mais se ouviu falar dele.

     
  7. Anônimo on 5 de dezembro de 2014 19:42

    Nestes dois livros de Josué Sylvestre: “Da Revolução de 30 a Queda do Estado Novo” e “Lutas de Vida e Morte”, existe outras fotos e descrição detalhada do "tanque de guerra" made in CG.
    Ambos, salvo engano, foram reeditados neste ano de 2014 pela Editora da UEPB

     
  8. Anônimo on 5 de dezembro de 2014 22:07

    Chamou-me a atenção a inscrição FISK, nos pneus.
    Qual o significado dessa inscrição, é merchandize?
    Grato!

     
  9. Anônimo on 5 de dezembro de 2014 23:14

    Fisk é a marca do pneu, fabricado pela Fisk Rubber Company, empresa americana fundada em 1924 e que exportava pneus para o Brasil ("terra da borracha") nos anos 1930.

     
  10. walmir chaves on 6 de dezembro de 2014 05:45

    Nunca tinha ouvido nem falar dessa historia tão engraçada! rsrsrs

     
  11. Anônimo on 8 de dezembro de 2014 20:54

    Obrigado a quem respondeu sobre o FISK escrito nos pneus.
    Esclarecido, absolutamente.
    Abraço!

     


Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br